Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/07/2017

“Queridos filhos, os agradeço porque responderam ao Meu chamado e porque se reuniram em torno de Mim, em torno da Sua Mãe Celestial. Eu sei que pensam em Mim com amor e esperança. Eu sinto o amor de cada um de vocês, como também a sede do Meu Amadíssimo Filho, que por meio do Seu Amor Misericordioso, sempre e novamente Me envia até vocês. Ele que era homem e Deus Uno e Trino. Ele que por causa de vocês sofreu com o corpo e com a alma. Ele que se fez pão para dar pão às suas almas, para poder salvá-las.

Meus filhos, os ensino como serem dignos do Seu Amor, para poderem dirigir os seus pensamentos a Ele, para poderem viver o Meu Filho. Apóstolos do Meu Amor, os envolvo com o Meu Manto porque como Mãe desejo salvá-los.

Os peço: rezem pelo mundo inteiro. O Meu Coração sofre. Os pecados se multiplicam, são muitos. Mas com a ajuda de vocês, vocês que são humildes, cheios de amor, escondidos e santos, o Meu Coração triunfará. Amem o Meu Filho acima de tudo, e o mundo inteiro por meio Dele.

Não esqueçam nunca que cada irmão seu leva em si algo de precioso: a alma. Por isso, Meus filhos, amem a todos aqueles que não conhecem o Meu Filho, para que por meio da oração e do amor que vem da oração, eles possam tornarem-se melhores, a fim de que a bondade neles possa vencer, para poder salvarem as almas e terem a Vida Eterna.

Meus Apóstolos, Meus filhos, o Meu Filho pediu que amassem uns aos outros; que isto esteja escrito em seus corações e com a oração comecem a viver este amor.

Obrigada.

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Estudo 104 recebe contribuições enviadas pelas dioceses

Seis meses após o envio do Estudo 104 às dioceses do Brasil, a Comissão Episcopal para o Tema Central da 52ª Assembleia Geral da CNBB recebeu diversas contribuições dos regionais e dioceses que serão aplicadas ao texto. Desde o mês de maio, o tema “Comunidades de comunidade: uma nova paróquia” vem sendo debatido em assembleias diocesanas e paroquiais, encontros nacionais, seminários e formações de lideranças, com o objetivo de refletir sobre a renovação paroquial.
A comissão de redação do tema central, constituída por bispos e assessores, esteve reunida de 11 a 14 de novembro, na sede da CNBB, para dar encaminhamento a redação do texto que recebeu ajustes a partir das contribuições sugeridas pelas dioceses e regionais. O arcebispo de Manaus e presidente da Comissão para o Tema Central da 52ª AG, dom Sérgio Castriani, explica que o texto ampliado será enviado aos bispos para que apresentem emendas. Na Assembleia Geral de 2014, o estudo receberá aprovação para se tornar um Documento da CNBB.
Dom Sérgio avalia positivamente a participação das comunidades e paróquias ao estudarem o texto. De acordo com o bispo, os resultados refletem o trabalho dedicado das igrejas particulares. “Existe a necessidade, não apenas, de elaborar um texto, mas um programa com pistas e indicações para uma renovação paroquial”, explica.
Segundo dom Sérgio, a temática sobre a renovação paroquial não é algo recente, mas está presente nos textos do Concílio Vaticano II, das Assembleias Episcopais de Puebla, Medelin, Santo Domingo e, mais recentemente, no Documento de Aparecida e nas Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil.


O bispo destaca ainda a participação dos leigos na renovação paroquial e diz que os fiéis têm apontado caminhos para essa mudança. “Houve uma grande participação dos leigos em todos os níveis, desde as pequenas comunidades, conselhos comunitários e de área pastoral. Sabemos que a renovação paroquial depende da conversão das pessoas que formam a paróquia”

Quarta, 13 de Novembro de 2013 - cnbb 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...