Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/07/2017

“Queridos filhos, os agradeço porque responderam ao Meu chamado e porque se reuniram em torno de Mim, em torno da Sua Mãe Celestial. Eu sei que pensam em Mim com amor e esperança. Eu sinto o amor de cada um de vocês, como também a sede do Meu Amadíssimo Filho, que por meio do Seu Amor Misericordioso, sempre e novamente Me envia até vocês. Ele que era homem e Deus Uno e Trino. Ele que por causa de vocês sofreu com o corpo e com a alma. Ele que se fez pão para dar pão às suas almas, para poder salvá-las.

Meus filhos, os ensino como serem dignos do Seu Amor, para poderem dirigir os seus pensamentos a Ele, para poderem viver o Meu Filho. Apóstolos do Meu Amor, os envolvo com o Meu Manto porque como Mãe desejo salvá-los.

Os peço: rezem pelo mundo inteiro. O Meu Coração sofre. Os pecados se multiplicam, são muitos. Mas com a ajuda de vocês, vocês que são humildes, cheios de amor, escondidos e santos, o Meu Coração triunfará. Amem o Meu Filho acima de tudo, e o mundo inteiro por meio Dele.

Não esqueçam nunca que cada irmão seu leva em si algo de precioso: a alma. Por isso, Meus filhos, amem a todos aqueles que não conhecem o Meu Filho, para que por meio da oração e do amor que vem da oração, eles possam tornarem-se melhores, a fim de que a bondade neles possa vencer, para poder salvarem as almas e terem a Vida Eterna.

Meus Apóstolos, Meus filhos, o Meu Filho pediu que amassem uns aos outros; que isto esteja escrito em seus corações e com a oração comecem a viver este amor.

Obrigada.

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

É preciso que os idosos integrem-se na família, afirma autoridade vaticana

Mons. Carlos Simón Vázquez, Subsecretário do Pontifício Conselho para a Família do Vaticano, pediu mais respeito para os idosos e disse que é preciso integrá-los na família, com motivo da Peregrinação das Famílias ao Túmulo de São Pedro, que se celebrou nos dias 26 e 27 de outubro em Roma.
"Não é apenas uma questão de justiça, mas é uma questão de caridade. É o suceder-se nas gerações através do amor", explicou Mons. Simón em uma entrevista.
"Queremos demonstrar com esta peregrinação que as famílias autênticas, como diz o Papa Francisco, não podem deixar-se levar pela cultura do descartável, mas devem abrir-se para acolher o mundo da terceira idade", acrescentou.
"Com as crianças e idosos perto do Papa queremos enviar esta mensagem que ele também tenta destacar muito, e é que a Igreja e também a sociedade, devem dar-se conta que a família percorre toda a história do homem!", explicou.
Mons. Simón adicionou que o objetivo é demonstrar que é possível viver como família hoje em dia e que é algo "belo e bonito".
"Não é um ideal somente para alguns, mas para todos e poder estar unidos através do amor, aberto à doação dos esposos e abertos à vida é belo, e beneficia à sociedade e faz que a Igreja tenha uma dimensão familiar, e é a condição mais normal da vida humana", sublinhou.
Espera-se que 150 mil peregrinos cheguem a Roma para o encontro, provenientes de 75 nações distintas que desfrutarão do encontro em cinco línguas: espanhol, inglês, italiano, português, e francês.
"Não temos somente que colocar o foco sobre um momento da vida, mas todas as fases da vida vão respeitadas, acompanhadas, promovidas e o queremos explicar de uma maneira visível", concluiu.

ROMA, 04 Nov. 13 - ACI/EWTN Noticias
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...