Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/11/2017

“Queridos filhos, olhando vocês em torno de Mim, em torno da sua Mãe, Eu estou vendo muitas almas puras, vejo muitos dos Meus filhos que estão procurando amor e consolação, mas ninguém está oferecendo isso a eles.

Também vejo aqueles que fazem o mal, porque não têm bons exemplos, não conheceram Meu Filho, aquele bem que é silencioso, que se difunde através das almas puras, que é a força que reforça o mundo.

Existem muitos pecados, mas também muito amor. o Meu Filho Me envia, como Mãe, a mesma igual para todos, para que Eu vos ensine o Amor, para que vocês compreendam que são irmãos.

Ele deseja vos ajudar. Apóstolos do Meu Amor, é suficiente o desejo vivo da fé e do Amor, o Meu Filho o aceitará.

Mas vocês têm que ser dignos, ter boa vontade e um coração aberto. O Meu Filho entra nos corações abertos. Eu, como Mãe, desejo que vocês conheçam o melhor possível o Meu Filho, Deus, nascido de Deus, para que vocês conheçam a grandeza do Seu Amor, o qual vocês tanto precisam.

Ele aceitou os seus pecados, conseguiu a Redenção para vocês, mas em troca procura que vocês amem-se uns aos outros. O Meu Filho é Amor. Ele ama todo ser humano, sem diferença, todas as pessoas de todos os povos e nações.

Se vocês, Meus Filhos, vivessem o Amor do Meu Filho, o Seu Reinado já estaria na Terra. Por isso, Apóstolos do Meu Amor, rezem, rezem para que o Meu Filho e Seu Amor estejam mais próximos de vocês, para que vocês sejam exemplos de Amor e possam ajudar àqueles que ainda não conhecem o Meu Filho.

Nunca esqueçam que o Meu Filho, Uno e Trino, Ama. Amem e rezem pelos seus sacerdotes. Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Coalizão Democrática promove marcha em prol da Reforma Política

O arcebispo de Aparecida (SP) e presidente da CNBB, cardeal Raymundo Damasceno Assis, e o bispo auxiliar de Belo Horizonte (MG) e presidente da Comissão de Acompanhamento da Reforma Política, dom Joaquim Mol, participaram da marcha em defesa da Reforma Política Democrática e Eleições Limpas, realizada no final da tarde desta quarta-feira, 27 de novembro, em Brasília (DF). O evento foi o marco do “Dia Nacional de Coleta de Assinaturas” e reuniu representantes de aproximadamente 60 entidades da sociedade civil que apoiam o projeto de lei de iniciativa popular.
A ação, promovida pela Coalizão Democrática pela Reforma Política e Eleições Limpas, foi coordenada pela CNBB, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) e Plataforma dos movimentos sociais pela reforma do sistema político. “Estamos lutando por verdadeira reforma política, por eleições limpas, para o bem maior de nosso país e de nosso povo”, declarou cardeal Damasceno no palco montado na Rodoviária de Brasília.
A marcha foi liderada pelo presidente da OAB, Marcus Vinícius Furtado Coelho, que avaliou a manifestação como o primeiro passo de uma caminhada longa, mas necessária para o país, que é a coleta de assinaturas dos cidadãos para o projeto de lei de iniciativa popular. “A proposta visa uma reforma política democrática para o Brasil. Essa é uma luta que tem objetivo de dizer um sim à democracia, que de fato expresse a vontade da população”, ressaltou Marcus Vinicius.
Também discursaram durante o ato público o presidente da Comissão de Acompanhamento da Reforma Política da CNBB, dom Joaquim Mol;  secretário-geral da Comissão Especial de Mobilização para a Reforma Política da OAB, Aldo Arantes; vice-presidente do Conselho Nacional do Laicato do Brasil, Laudelino Augusto;  membro da Comissão Brasileira da Justiça e Paz, Marcelo Lavenére;  presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE), Virginia Barros;  presidente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Adilson Araújo, além de alguns parlamentares e outras autoridades.
Diversas pessoas que passavam pela Rodoviária de Brasília assinaram o projeto de lei. Entretanto, a coleta de assinaturas está sendo realizada em todo país. O objetivo dos organizadores é entregar o projeto à Câmara dos Deputados, ainda em 2014. Para isso, são necessárias aproximadamente 1,5 milhão de assinaturas.

Para conhecer o projeto de lei e saber como participar do abaixo assinado, acesse www.reformapoliticademocratica.com.br

Quinta, 28 de Novembro de 2013 - CNBB
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...