Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/09/2017

Queridos filhos !

Quem melhor do que EU poderia falar para vocês do Amor e da existência do MEU FILHO ?

Vivi com ELE, EU sofri com ele, vivendo a vida terrena, EU provei da dor porque era MÃE.

MEU FILHO amou com pensamentos e obras o PAI CELESTIAL, o DEUS VERDADEIRO, e como ME dizia veio para redimi-los. EU escondi a minha dor com o amor. Vocês, filhos MEUS, tem numerosas perguntas, não compreendem a dor, não compreendem que através do Amor de Deus devem aceitar a dor e suportá-la. Todas as pessoas provam-na em maior ou menor medida, mas com a paz na alma e em estado de graça a esperança existe.

Este é o MEU FILHO, DEUS, nascido de DEUS. As SUAS PALAVRAS são sementes de Vida Eterna e semeadas nas boas almas produzem muitos frutos.

MEU FILHO suportou a dor porque tomou para si os pecados de vocês.

Por isso vocês, filhos MEUS, Apóstolos do MEU Amor, vocês que sofrem, saibam que as suas dores se tornarão luz e glória.

Filhos MEUS, enquanto vocês suportam a dor o CÉU entra em vocês, e em todos em torno de vocês é dado um pouco de Céu e muita esperança !

Obrigada !

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Autoridade vaticana denuncia que homens adultos de hoje faltam com seu compromisso de pais de família

Dom Vincenzo Paglia, Presidente do Pontifício Conselho para a Família, advertiu que os homens adultos de hoje estão faltando com o seu compromisso de pais.
Nos dias 15 e 16 de novembro, seu dicastério celebrou no Vaticano um evento sobre a crise da Aliança entre Gerações, dedicado ao tema 'recebi, transmiti'.
Durante as reuniões, Dom Paglia explicou aos participantes que é necessário empreender novos caminhos para educar as famílias, em especial a figura do "pai" para não falhar no seu papel como progenitor.
"Os adultos estão faltando o seu compromisso com a responsabilidade de transmissão, da vida, do humano e da fé. Mas esta ruptura entre a aliança entre as gerações está relacionada com a ruptura da aliança com Deus", explicou Dom Paglia.
"O desconforto dos jovens de hoje não está causado por uma excessiva presença do pai, da autoridade dos pais, como acontecia alguns anos atrás, mas, pelo contrário, pela ausência, em particular a evaporação ou o ocaso do pai", acrescentou.
Durante o evento intervieram diferentes membros do dicastério vaticano, como, por exemplo, o psicanalista Massimo Recalcati, que considerou que na sociedade contemporânea, as relações entre pais e filhos vê a concepção da herança "não apenas como transmissão dos bens ou dos genes, mas como ordem dos testemunhos de vida".
"O pai não é já um educador, mas aquele que protege a vida, que cuida do filho. Neste sentido, na ausência do pai parecem estar as bases para seu retorno", adicionou.
Por sua parte, a historiadora Margarida Pelaja lamentou que esteja acontecendo uma "mudança dos róis paternais e a família se transformou".

ROMA, 26 Nov. 13 - ACI/EWTN Noticias 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...