Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/12/2017

“Queridos filhos, Me dirijo a vocês como sua Mãe, a Mãe dos justos, a Mãe daqueles que amam e sofrem, a Mãe dos santos.

Filhos Meus, também vocês podem ser santos: depende de vocês. Santos são aqueles que amam imensamente o Pai Celestial, aqueles que O amam acima de tudo.

Por isso, filhos Meus, procurem ser sempre melhores. Se procuraram ser bons, podem ser santos, também se não pensam isto de vocês. Se vocês pensam ser bons, não são humildes e a soberba os distancia da santidade.

Neste mundo inquieto, cheio de ameaças, as suas mãos, apóstolos do Meu amor, devem estar estendidas em oração e em misericórdia. Para mim, filhos Meus, presenteiem o Rosário, as rosas que tanto amo!

As Minhas rosas são as suas orações feitas com o coração e não somente recitadas com os lábios. As minhas rosas são as suas obras de oração, de fé e de amor.

Quando era pequeno, Meu Filho me dizia que os Meus filhos seriam numerosos e que me trariam muitas rosas.

Eu não compreendia, agora sei que vocês são aqueles filhos, que trazem rosas quando amam o Meu Filho acima de tudo, quando rezam com o coração, que ajudam os mais pobres. Estas são as Minhas rosas!

Esta é a fé, que faz que tudo na vida se faça por amor; que não conhece a soberba; que perdoa sempre prontamente, sem nunca julgar e procurando sempre compreender o próprio irmão.

Por isso, apóstolos do Meu amor, rezem por aqueles que não sabem amar, por aqueles que não os amam, por aqueles que os fizeram mal, por aqueles que não conheceram o Amor de Meu Filho. Filhos Meus, os peço isto para que lembrem que rezar significa amar e perdoar. Obrigada !”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Arcebispo denuncia maior massacre contra cristãos na Síria

O Arcebispo Selwanos Boutros Alnemeh, líder sírio-ortodoxo de Homs e Hama, afirmou que a cidade de Sadad foi palco do mais grave e amplo massacre de cristãos registrado na Síria em dois anos e meio de guerra.

A cidade de Sadad foi invadida pelas milícias islâmicas há uma semana e depois reconquistada pelo Exército sírio, levando a uma batalha que deixou "um rasto de destruição e de vítimas mortais".

"Os civis inocentes, martirizados sem motivo, são 45, e dentre eles, muitas mulheres e crianças foram lançadas para valas comuns. Outros civis foram ameaçados e estão aterrorizados. Há 30 feridos e até agora 10 pessoas estão desaparecidas", lamenta o arcebispo sírio-ortodoxo, em declarações à Agência Fides.

"Depois deste ataque, a cidade de Sadad está sem eletricidade, água ou telefone, todas as casas foram roubadas e as propriedades saqueadas, as igrejas estão danificadas, livros antigos e objetos preciosos foram roubados e as paredes foram grafitadas com frases contra o cristianismo", revela Selwanos Boutros Alnemeh.

"Tenho um nó na garganta e meu coração chora por causa do que aconteceu na minha arquidiocese. Qual será o nosso futuro? Pedimos a todos que rezem por nós", apela o arcebispo sírio-ortodoxo.

A cidade bíblica de Sadad, citada no Livro dos Números e no Livro de Ezequiel, encontra-se a 95 km de Damasco e a cerca de 60 km de Homs.


Sadad, 04/11/2013 - Rádio Vaticano 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...