Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/09/2017

Queridos filhos !

Quem melhor do que EU poderia falar para vocês do Amor e da existência do MEU FILHO ?

Vivi com ELE, EU sofri com ele, vivendo a vida terrena, EU provei da dor porque era MÃE.

MEU FILHO amou com pensamentos e obras o PAI CELESTIAL, o DEUS VERDADEIRO, e como ME dizia veio para redimi-los. EU escondi a minha dor com o amor. Vocês, filhos MEUS, tem numerosas perguntas, não compreendem a dor, não compreendem que através do Amor de Deus devem aceitar a dor e suportá-la. Todas as pessoas provam-na em maior ou menor medida, mas com a paz na alma e em estado de graça a esperança existe.

Este é o MEU FILHO, DEUS, nascido de DEUS. As SUAS PALAVRAS são sementes de Vida Eterna e semeadas nas boas almas produzem muitos frutos.

MEU FILHO suportou a dor porque tomou para si os pecados de vocês.

Por isso vocês, filhos MEUS, Apóstolos do MEU Amor, vocês que sofrem, saibam que as suas dores se tornarão luz e glória.

Filhos MEUS, enquanto vocês suportam a dor o CÉU entra em vocês, e em todos em torno de vocês é dado um pouco de Céu e muita esperança !

Obrigada !

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Um summit com o Papa para a Síria e o Médio Oriente

Terá lugar a 21 de Novembro no Vaticano um «summit» para a Síria, o Iraque e o Médio Oriente na presença do Papa Francisco, dos patriarcas e dos arcebispos-mores das Igrejas orientais. A notícia foi dada pelo cardeal Leonardo Sandri, prefeito da Congregação para as Igrejas Orientais no discurso de abertura do ano acadêmico 2013-2014 do Pontifício Instituto Oriental, na manhã de sábado, 26 de Outubro. O encontro foi organizado no âmbito da plenária do dicastério a realizar de 19 a 22 de Novembro e que  terá como tema geral para o debate «As Igrejas Orientais católicas 50 anos depois do concílio ecumênico Vaticano II». Será contudo uma ocasião para refletir sobre as reais possibilidades de paz na Síria, Terra Santa e Médio Oriente, e de elevar uma oração colegial pelos cristãos daqueles Países martirizados.
O cardeal recordou que o encontro de 21 de Novembro com o Papa Francisco com os «chefes e padres das Igrejas orientais» se relaciona idealmente com o análogo de 2009 promovido por Bento XVI, ao qual foram dirigidas palavras de agradecimento «pela amizade paterna e pela consideração tão profunda que ele sempre dedicou ao Oriente cristão e sobretudo às Igrejas orientais católicas».
Consideração e amizade que animarão também a plenária do dicastério, durante a qual amplo espaço terão a liturgia e a formação. Pretende-se atribuir uma especial atenção à liturgia para «favorecer a aplicação das normas codicilares em âmbito litúrgico». Na plenária, em relação à atividade do dicastério será tratado o tema da formação, «que se destina a todos os componentes do Povo de Deus, e por isso cada vez mais aos leigos».

Sábado, 26/10/2013 - L'Osservatore Romano
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...