Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/08/2018

“Queridos filhos,

Com amor materno os convido a abrirem os seus corações à paz, a abrirem os seus corações ao MEU FILHO, a cantar em seus corações o amor ao MEU FILHO, porque somente através deste amor chega a paz da alma.

Filhos MEUS, EU sei que vocês tem a bondade, sei que vocês tem o amor, o amor misericordioso. Mas, muitos dos MEUS filhos ainda tem os corações fechados, pensam que podem agir sem colocar os seus pensamentos ao PAI CELESTIAL que ilumina, diante do MEU FILHO que está sempre e novamente com vocês na EUCARISTIA e que deseja ouvi-los.

Filhos Meus, porque não falam para eles ? A vida de cada um de vocês é importante e preciosa porque é um dom do PAI CELESTIAL para a ETERNIDADE, por isso nunca se esqueçam de agradecê-LO e falar com ELE.

Eu sei, filhos MEUS, que para vocês é desconhecido aquilo que virá depois, porém quando chegar o “depois” de vocês, terão todas as respostas. O MEU amor materno deseja que vocês estejam prontos.

Filhos MEUS, com a vida de vocês coloquem sentimentos bons nos corações das pessoas que vocês encontrarem, sentimentos de paz, de bondade, de amor e de perdão. Através da oração escutem o que lhes diz o MEU FILHO e assim o façam.

Novamente os convido a rezarem pelos seus sacerdotes, por aqueles a quem o MEU FILHO chamou; lembrem-se que eles tem necessidade de orações e de amor.

Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Semana Nacional de liturgia celebra 50 anos da Sacrosanctum Concilium

As celebrações litúrgicas revelam a compreensão e o jeito de ser Igreja. Com este pressuposto, a Comissão Episcopal Pastoral para a Liturgia da CNBB promove a 27ª Semana Nacional de Liturgia, de 14 a 18 de outubro, em São Paulo. O evento celebra os 50 anos da publicação da constituição Sacrosanctum Concilium, do Concílio Vaticano II.
“Nosso objetivo será reavivar a consciência da profunda relação que há entre a liturgia renovada pelo Concílio e a Igreja, Povo de Deus, ouvinte da Palavra, aberta ao diálogo e ao serviço do Reino no mundo”, explica o assessor da Comissão, frei Faustino Paludo. As outras constituições conciliares também deverão ser estudadas no evento, inclusive o decreto Unitatis Redintegratio, sobre o ecumenismo.
Paludo explica que a reflexão a ser feita na Semana Nacional retoma a proposta de uma liturgia que seja, de fato, fonte e cume da vida da Igreja. A pauta do evento inclui uma retomada histórica sobre as adaptações feitas do Concílio para a realidade brasileira, bem como do movimento de renovação litúrgica. O bispo auxiliar de São Paulo, dom Edmar Peron, estará presente no evento e tratará da relação entre a liturgia e a Palavra de Deus.
A maior participação dos leigos na liturgia é a expressão de um novo jeito de ser Igreja. “O povo gosta de cantar, de participar, e algo que é novo e que temos que reconhecer no Brasil: o povo gosta de celebrar com a inteireza do seu ser, do seu corpo, dos seus gestos, não apenas com seu espírito”, afirma frei Faustino. Para ele, tal participação é a concretização de uma dimensão teológica do mistério eucarístico. “A Páscoa de Jesus Cristo, lida, refletida, resgatada, no cotidiano do nosso Povo. Por isso, o novo jeito de celebrar, que o Concílio sugere, é sobretudo, fazendo memórias celebrativas da Páscoa, e da páscoa que ocorre no cotidiano da vida das pessoas”.
A 27ª Semana Nacional de Liturgia é realizada em parceria com o Centro de Liturgia Dom Clemente Isnard, a Rede Celebra e o Centro Universitário Salesiano de São Paulo.

Outubro, 2013 - CNBB
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...