Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/11/2017

“Queridos filhos, olhando vocês em torno de Mim, em torno da sua Mãe, Eu estou vendo muitas almas puras, vejo muitos dos Meus filhos que estão procurando amor e consolação, mas ninguém está oferecendo isso a eles.

Também vejo aqueles que fazem o mal, porque não têm bons exemplos, não conheceram Meu Filho, aquele bem que é silencioso, que se difunde através das almas puras, que é a força que reforça o mundo.

Existem muitos pecados, mas também muito amor. o Meu Filho Me envia, como Mãe, a mesma igual para todos, para que Eu vos ensine o Amor, para que vocês compreendam que são irmãos.

Ele deseja vos ajudar. Apóstolos do Meu Amor, é suficiente o desejo vivo da fé e do Amor, o Meu Filho o aceitará.

Mas vocês têm que ser dignos, ter boa vontade e um coração aberto. O Meu Filho entra nos corações abertos. Eu, como Mãe, desejo que vocês conheçam o melhor possível o Meu Filho, Deus, nascido de Deus, para que vocês conheçam a grandeza do Seu Amor, o qual vocês tanto precisam.

Ele aceitou os seus pecados, conseguiu a Redenção para vocês, mas em troca procura que vocês amem-se uns aos outros. O Meu Filho é Amor. Ele ama todo ser humano, sem diferença, todas as pessoas de todos os povos e nações.

Se vocês, Meus Filhos, vivessem o Amor do Meu Filho, o Seu Reinado já estaria na Terra. Por isso, Apóstolos do Meu Amor, rezem, rezem para que o Meu Filho e Seu Amor estejam mais próximos de vocês, para que vocês sejam exemplos de Amor e possam ajudar àqueles que ainda não conhecem o Meu Filho.

Nunca esqueçam que o Meu Filho, Uno e Trino, Ama. Amem e rezem pelos seus sacerdotes. Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Pontifício Conselho divulga livro do papa sobre Família e Vida

Com ênfase nas crianças e anciãos, foi lançado hoje, no Vaticano, o livro do papa Francisco sobre a Família e a Vida. O volume, publicado em espanhol e italiano, contém 35 textos, escritos entre 1999 e 2013, e aborda, entre outros assuntos, a cultura do diálogo e do encontro; a atenção ao outro; a escola como lugar de acolhida; a família e a solidariedade social; a dignidade do trabalho; eutanásia e aborto; divórcio, e matrimônio entre pessoas do mesmo sexo. 
O livro foi apresentado, na manhã desta quinta-feira 10/10, pelo chefe de departamento do Pontifício Conselho para a Família, padre Gianfranco Grieco. “Hoje, o papa Francisco fala como fazia antes o cardeal Bergoglio. Conceitos claros, imediatos e diretos, que sensibilizam corações, despertam as consciências adormecidas e interpelam as inteligências”, afirmou padre Grieco. 
Os textos do cardeal Jorge Mario Bergoglio evocam, em particular, o Documento de Aparecida 2007, mostrando sua preocupação com a atenção que se deve dedicar às crianças e aos anciãos, para que nunca sejam marginalizados.
O livro foi editado pelo Pontifício Conselho para a Família com a colaboração do Instituto Matrimônio e Família da Universidade Católica de Buenos Aires, Argentina.

Quinta, 10 de Outubro de 2013
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...