Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/11/2017

“Queridos filhos, olhando vocês em torno de Mim, em torno da sua Mãe, Eu estou vendo muitas almas puras, vejo muitos dos Meus filhos que estão procurando amor e consolação, mas ninguém está oferecendo isso a eles.

Também vejo aqueles que fazem o mal, porque não têm bons exemplos, não conheceram Meu Filho, aquele bem que é silencioso, que se difunde através das almas puras, que é a força que reforça o mundo.

Existem muitos pecados, mas também muito amor. o Meu Filho Me envia, como Mãe, a mesma igual para todos, para que Eu vos ensine o Amor, para que vocês compreendam que são irmãos.

Ele deseja vos ajudar. Apóstolos do Meu Amor, é suficiente o desejo vivo da fé e do Amor, o Meu Filho o aceitará.

Mas vocês têm que ser dignos, ter boa vontade e um coração aberto. O Meu Filho entra nos corações abertos. Eu, como Mãe, desejo que vocês conheçam o melhor possível o Meu Filho, Deus, nascido de Deus, para que vocês conheçam a grandeza do Seu Amor, o qual vocês tanto precisam.

Ele aceitou os seus pecados, conseguiu a Redenção para vocês, mas em troca procura que vocês amem-se uns aos outros. O Meu Filho é Amor. Ele ama todo ser humano, sem diferença, todas as pessoas de todos os povos e nações.

Se vocês, Meus Filhos, vivessem o Amor do Meu Filho, o Seu Reinado já estaria na Terra. Por isso, Apóstolos do Meu Amor, rezem, rezem para que o Meu Filho e Seu Amor estejam mais próximos de vocês, para que vocês sejam exemplos de Amor e possam ajudar àqueles que ainda não conhecem o Meu Filho.

Nunca esqueçam que o Meu Filho, Uno e Trino, Ama. Amem e rezem pelos seus sacerdotes. Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Nenhuma cela está tão isolada a ponto de excluir o Senhor, diz o Papa

Antes da Audiência Geral o Papa Francisco recebeu, na Sala Paulo VI, os participantes do Congresso Nacional de Capelães dos Presídios italianos. O Santo Padre pediu aos presentes que fizessem chegar sua saudação a todos os detentos.
O Pontífice disse: "digam que rezo por eles, tenho-lhes no coração, rezo ao Senhor e a Nossa Senhora para que possam superar positivamente este período difícil de suas vidas. Que não desanimem, não se fechem, porque o Senhor está perto deles, não está fora de suas celas, mas está dentro. Também Ele é um prisioneiro, ainda hoje, preso pelos nossos egoísmos, pelos nossos sistemas, por tantas injustiças, porque é fácil punir os mais frágeis, mas os peixes grandes nadam livremente nas águas. Nenhuma cela está assim isolada a ponto de excluir o Senhor".
O Papa contou a relação de amizade que mantém com um detento de Buenos Aires e disse aos capelães que seu mistério comprometido e importante, "exprime uma das obras de misericórdia; torna visível a presença do Senhor no cárcere, na cela".
"Vocês são sinal da proximidade de Cristo a estes irmãos que precisam de esperança. Recentemente vocês falaram de uma justiça da reconciliação, mas também de uma justiça de esperança, de portas abertas, de horizontes. Esta não é uma utopia, pode se fazer".
O Papa reconheceu que fazer isto "não é fácil, porque as nossas fraquezas estão em todo lugar, também o diabo está em todo lugar, as tentações estão em todo lugar, mas é preciso sempre provar-nos.".
O Papa visitará o presidente da Itália
Por outro lado, o diretor do Escritório de Imprensa da Santa Sé, Padre Federico Lombardi, comunicou que no próximo dia 14 de novembro o Papa Francisco fará uma visita oficial ao palácio do Quirinal.
Esta visita será para corresponder à visita do presidente da República italiana, Giorgio Napolitano, ao Vaticano em 8 de junho de 2013.

VATICANO, 23 Out. 13 - ACI/EWTN Noticias

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...