Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/07/2017

“Queridos filhos, os agradeço porque responderam ao Meu chamado e porque se reuniram em torno de Mim, em torno da Sua Mãe Celestial. Eu sei que pensam em Mim com amor e esperança. Eu sinto o amor de cada um de vocês, como também a sede do Meu Amadíssimo Filho, que por meio do Seu Amor Misericordioso, sempre e novamente Me envia até vocês. Ele que era homem e Deus Uno e Trino. Ele que por causa de vocês sofreu com o corpo e com a alma. Ele que se fez pão para dar pão às suas almas, para poder salvá-las.

Meus filhos, os ensino como serem dignos do Seu Amor, para poderem dirigir os seus pensamentos a Ele, para poderem viver o Meu Filho. Apóstolos do Meu Amor, os envolvo com o Meu Manto porque como Mãe desejo salvá-los.

Os peço: rezem pelo mundo inteiro. O Meu Coração sofre. Os pecados se multiplicam, são muitos. Mas com a ajuda de vocês, vocês que são humildes, cheios de amor, escondidos e santos, o Meu Coração triunfará. Amem o Meu Filho acima de tudo, e o mundo inteiro por meio Dele.

Não esqueçam nunca que cada irmão seu leva em si algo de precioso: a alma. Por isso, Meus filhos, amem a todos aqueles que não conhecem o Meu Filho, para que por meio da oração e do amor que vem da oração, eles possam tornarem-se melhores, a fim de que a bondade neles possa vencer, para poder salvarem as almas e terem a Vida Eterna.

Meus Apóstolos, Meus filhos, o Meu Filho pediu que amassem uns aos outros; que isto esteja escrito em seus corações e com a oração comecem a viver este amor.

Obrigada.

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Lançado na Itália livro de Bento XVI sobre a ecologia em relação ao ser humano

O secretário pessoal do Bispo Emérito de Roma, Bento XVI, apresentou faz uns dias uma antologia de textos reunidos em um novo livro sobre a profunda preocupação e os ensinamentos de Joseph Ratzinger sobre a natureza e a ecologia.
Dom Alfred Xuereb disse à Rádio Vaticano que no livro titulado "Por uma ecologia do homem" se vê que "Bento XVI escreve que o homem, se deseja ter o coração em paz, deve ser consciente da conexão entre a ecologia natural e a ecologia humana". "Dali surge um elo inseparável entre a paz na criação e a paz entre os homens", adicionou.
O livro, publicado em italiano pela Libreria Editrice Vaticano, busca "fazer uma contribuição, embora pequena, para conhecer melhor a verdadeira identidade do Papa Bento. Sofro quando escuto comentários que estão muito longe do que ele realmente é", disse Dom Xuereb e adicionou que as palavras do Bispo Emérito de Roma neste livro "estão para ser meditadas".
"Nestes textos reunidos na antologia, Bento menciona a palavra responsabilidade 39 vezes. Isto significa que o homem não é suficientemente responsável ainda, e tampouco se deu conta da importância da pessoa humana".
Segundo a opinião do secretário do Bispo Emérito de Roma "este livro será uma contribuição à humanidade, que pode ser cada vez mais responsável por este dom que o Senhor nos deu, não como patrões, mas sim como custódios".
Depois de destacar a continuidade que observa entre o Bispo Emérito de Roma e seu sucessor, o Papa Francisco, Dom Xuereb recordou também o gosto de Bento XVI pela natureza.
"Não tem sentido cuidar a natureza, as plantas e desprezar o homem. O respeito pelo homem, como consequência, leva a respeitar a natureza", concluiu.

ROMA, 29 Out. 13 - ACI/EWTN Noticias
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...