Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/11/2017

“Queridos filhos, olhando vocês em torno de Mim, em torno da sua Mãe, Eu estou vendo muitas almas puras, vejo muitos dos Meus filhos que estão procurando amor e consolação, mas ninguém está oferecendo isso a eles.

Também vejo aqueles que fazem o mal, porque não têm bons exemplos, não conheceram Meu Filho, aquele bem que é silencioso, que se difunde através das almas puras, que é a força que reforça o mundo.

Existem muitos pecados, mas também muito amor. o Meu Filho Me envia, como Mãe, a mesma igual para todos, para que Eu vos ensine o Amor, para que vocês compreendam que são irmãos.

Ele deseja vos ajudar. Apóstolos do Meu Amor, é suficiente o desejo vivo da fé e do Amor, o Meu Filho o aceitará.

Mas vocês têm que ser dignos, ter boa vontade e um coração aberto. O Meu Filho entra nos corações abertos. Eu, como Mãe, desejo que vocês conheçam o melhor possível o Meu Filho, Deus, nascido de Deus, para que vocês conheçam a grandeza do Seu Amor, o qual vocês tanto precisam.

Ele aceitou os seus pecados, conseguiu a Redenção para vocês, mas em troca procura que vocês amem-se uns aos outros. O Meu Filho é Amor. Ele ama todo ser humano, sem diferença, todas as pessoas de todos os povos e nações.

Se vocês, Meus Filhos, vivessem o Amor do Meu Filho, o Seu Reinado já estaria na Terra. Por isso, Apóstolos do Meu Amor, rezem, rezem para que o Meu Filho e Seu Amor estejam mais próximos de vocês, para que vocês sejam exemplos de Amor e possam ajudar àqueles que ainda não conhecem o Meu Filho.

Nunca esqueçam que o Meu Filho, Uno e Trino, Ama. Amem e rezem pelos seus sacerdotes. Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Homilias de Francisco na Santa Marta viram livro

“Homilias da manhã” é o título da nova publicação da Livraria Editora Vaticana (LEV).

O volume publica as palavras pronunciadas pelo Papa Francisco durante as Missas celebradas todas as manhãs às 7h na capela da Casa Santa Marta, no Vaticano, no período de 22 de março a 6 de julho. Há ainda o acréscimo das três homilias na residência do Sumaré, no Rio de Janeiro, durante a viagem apostólica ao Brasil para a Jornada Mundial da Juventude.

O livro – que apresenta os textos publicados todos os dias pelo jornal L’Osservatore Romano – faz parte da coletânea “As palavras do Papa Francisco”, que compreende outras quatro obras.

A introdução foi escrita pelo teólogo Inos Biffi, que destaca a originalidade do estilo de Francisco, com a sua linguagem “fácil”, mas ao mesmo tempo “vivaz”, rica de metáforas.

Biffi define essas homilias como “um precioso Diretório de vida espiritual”, em que o Papa deixa transparecer uma reflexão interior perspicaz a partir de situações humanas habituais, familiares – a partir de “uma convivência lúcida com os problemas, as reações e os sentimentos das comunidades e das pessoas em geral”.

As homilias tratam de inúmeros temas que dizem respeito à vida cristã, como o perdão, a salvação oferecida por Cristo, a rejeição ao carreirismo e a hipocrisia ao mistério de Cristo.

“A obra, portanto, constitui um convite à reflexão, oferecendo ao leitor uma multiplicidade de ensinamentos, de conselhos e de orientações ascéticas”, lê-se no comunicado da LEV em que anuncia a publicação das “Homilias da manhã”.


Cidade do vaticano, 25/10/2013 - Rádio Vaticano 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...