Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/08/2018

“Queridos filhos,

Com amor materno os convido a abrirem os seus corações à paz, a abrirem os seus corações ao MEU FILHO, a cantar em seus corações o amor ao MEU FILHO, porque somente através deste amor chega a paz da alma.

Filhos MEUS, EU sei que vocês tem a bondade, sei que vocês tem o amor, o amor misericordioso. Mas, muitos dos MEUS filhos ainda tem os corações fechados, pensam que podem agir sem colocar os seus pensamentos ao PAI CELESTIAL que ilumina, diante do MEU FILHO que está sempre e novamente com vocês na EUCARISTIA e que deseja ouvi-los.

Filhos Meus, porque não falam para eles ? A vida de cada um de vocês é importante e preciosa porque é um dom do PAI CELESTIAL para a ETERNIDADE, por isso nunca se esqueçam de agradecê-LO e falar com ELE.

Eu sei, filhos MEUS, que para vocês é desconhecido aquilo que virá depois, porém quando chegar o “depois” de vocês, terão todas as respostas. O MEU amor materno deseja que vocês estejam prontos.

Filhos MEUS, com a vida de vocês coloquem sentimentos bons nos corações das pessoas que vocês encontrarem, sentimentos de paz, de bondade, de amor e de perdão. Através da oração escutem o que lhes diz o MEU FILHO e assim o façam.

Novamente os convido a rezarem pelos seus sacerdotes, por aqueles a quem o MEU FILHO chamou; lembrem-se que eles tem necessidade de orações e de amor.

Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Homilia do Papa em Santa Marta: "Reconhecer-se pecador é uma graça"

O Santo Padre celebrou, na manhã desta sexta-feira, na Capela da Casa Santa Marta, no Vaticano, uma Santa Missa, durante a qual fez uma breve homilia.

Em sua reflexão matutina, o Papa falou sobre o Sacramento da Reconciliação, onde “o cristão luta contra o mal, mediante a confissão sincera de seus pecados”. De fato, confessar-se é ir ao encontro do amor de Jesus, com sinceridade de coração e com transparência.

Para muitos fiéis adultos, explicou o Pontífice, confessar-se diante de um sacerdote é um grande esforço, que, às vezes, pode levar à exclusão da prática do Sacramento. E acrescentou:

Esta é a luta do cristão; é a nossa luta de todos os dias. E nós, nem sempre temos a coragem de falar como São Paulo sobre esta luta, Sempre buscamos um meio para justificar-nos. Mas, se nós não reconhecermos que somos pecadores, não podemos obter o perdão de Deus. Esta é uma realidade que nos torna escravos, necessitados da força de libertação do Senhor”.
A confissão dos pecados, feita com humildade, disse o Pontífice, é o que a Igreja nos pede. Confessar os pecados não é ir a uma sessão de psiquiatria e nem ir a um encontro de tortura. É simplesmente reconhecer-se pecador diante do Senhor e diante dos irmãos; é confessar as próprias faltas concretamente, com a simplicidade de uma criança. Reconhecer-se pecador, concluiu Papa Francisco, é uma graça!


Cidade do Vaticano, 25/10/2013 - Rádio Vaticano
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...