Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/11/2017

“Queridos filhos, olhando vocês em torno de Mim, em torno da sua Mãe, Eu estou vendo muitas almas puras, vejo muitos dos Meus filhos que estão procurando amor e consolação, mas ninguém está oferecendo isso a eles.

Também vejo aqueles que fazem o mal, porque não têm bons exemplos, não conheceram Meu Filho, aquele bem que é silencioso, que se difunde através das almas puras, que é a força que reforça o mundo.

Existem muitos pecados, mas também muito amor. o Meu Filho Me envia, como Mãe, a mesma igual para todos, para que Eu vos ensine o Amor, para que vocês compreendam que são irmãos.

Ele deseja vos ajudar. Apóstolos do Meu Amor, é suficiente o desejo vivo da fé e do Amor, o Meu Filho o aceitará.

Mas vocês têm que ser dignos, ter boa vontade e um coração aberto. O Meu Filho entra nos corações abertos. Eu, como Mãe, desejo que vocês conheçam o melhor possível o Meu Filho, Deus, nascido de Deus, para que vocês conheçam a grandeza do Seu Amor, o qual vocês tanto precisam.

Ele aceitou os seus pecados, conseguiu a Redenção para vocês, mas em troca procura que vocês amem-se uns aos outros. O Meu Filho é Amor. Ele ama todo ser humano, sem diferença, todas as pessoas de todos os povos e nações.

Se vocês, Meus Filhos, vivessem o Amor do Meu Filho, o Seu Reinado já estaria na Terra. Por isso, Apóstolos do Meu Amor, rezem, rezem para que o Meu Filho e Seu Amor estejam mais próximos de vocês, para que vocês sejam exemplos de Amor e possam ajudar àqueles que ainda não conhecem o Meu Filho.

Nunca esqueçam que o Meu Filho, Uno e Trino, Ama. Amem e rezem pelos seus sacerdotes. Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Desafios sociais da Copa do Mundo e presença da Igreja são temas de encontro

Representantes das cidades-sede dos jogos mundiais da Copa de 2014 estiveram reunidos, nos dias 16 e 17 de outubro, nas Pontifícias Obras Missionárias, em Brasília, para refletir sobre a presença da Igreja do Brasil durante a realização deste evento internacional. 
O encontro foi presidido pelo bispo referencial da Pastoral do Turismo e arcebispo de Maringá (PR), dom Anuar Battisti, e contou com a participação de membros da Pastoral do Povo de Rua e da Pastoral da Mulher Marginalizada. 
Trata-se de uma iniciativa da Comissão Episcopal Pastoral para o Serviço da Caridade, da Justiça e da Paz, por meio da Pastoral do Turismo e do Setor Mobilidade Humana. Na ocasião, os participantes discutiram os desafios sociais relacionados à Copa do Mundo, como remoções, exploração sexual, higienização das cidades e o aspecto religioso.
Durante a reunião foi criado um grupo de trabalho nacional para articular os comitês arquidiocesanos. Além disso, o grupo decidiu organizar um calendário comum de atividades, elaborar um folder com orientação sobre os desafios e perspectivas que envolvem a Copa, capacitar agentes de pastoral para o acolhimento de turistas, entre outros encaminhamentos que serão enviados, pela Pastoral Turismo, aos bispos do Brasil.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...