Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/09/2018

Queridos filhos,

As Minhas palavras são simples, mas repletas de amor materno e de preocupação. Filhos MEUS, sobre vocês se alargam sempre mais as sombras das trevas e do engano, Eu os chamo em direção a luz e a verdade, Eu os chamo na direção de Meu Filho. Somente Ele pode converter o desespero e a dor em paz e serenidade, somente ELE pode dar esperança nas dores mais profundas. O MEU FILHO é a VIDA do mundo, e quanto mais O conhecerem, mais se aproximarão DELE e mais O amarão porque o MEU FILHO é AMOR e o AMOR muda tudo.

ELE torna maravilhoso também aquilo que sem amor pareça para vocês insignificante. Por isso novamente os digo que vocês devem amar muito se desejarem crescer espiritualmente. EU sei, apóstolos do MEU AMOR, que não sempre fácil, porém, filhos MEUS, também as estradas dolorosas são caminhos que levam ao crescimento espiritual, à fé e ao MEU FILHO.

Filhos MEUS, rezem, pensem em MEU FILHO durante todos os momentos do dia, elevem as suas almas até ELE e EU recolherei as suas orações como flores do jardim mais belo e as darei de presente ao MEU FILHO.

Sejam realmente apóstolos do MEU AMOR, deem a todos o AMOR de MEU FILHO, sejam jardins com as flores mais belas.

Com a oração ajudem os seu sacerdotes para que possam ser pais espirituais cheios de amor para todos os homens.

Obrigada.

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Carta aos Jovens

“Outrora vocês eram trevas, mas agora são luz no Senhor. Por isso, comportem-se como filhos da luz” (Efésios 5,8).
Shalom, juventude!
Ontem celebramos a memória de Santa Terezinha do Menino Jesus e estou lendo um livro que conta a história de uma jovem que foi proclamada bem aventurada pela Igreja: Chiara Luce. Então, enquanto rezava procurando a inspiração do Senhor sobre o que deveria escrever me veio o desejo de falar pra vocês de santidade. Quando se fala de santidade, de ser santo, as pessoas em geral, e também os jovens, parecem ter uma visão equivocada a este respeito. Tem-se a ideia de que ser santo ou buscar a santidade é viver fora do mundo, indiferente a tudo e sem fazer nada prazeroso. Seria assim: santidade = chatice. Mas, na verdade, não é nada disso.
Nós, cristãos, acreditamos que Deus é santo, aliás, o único santo. Entretanto, Ele nos comunica a sua santidade, nos faz participantes dela. Mas quem é Deus? Deus é amor, ternura, compaixão, luz, doação... Numa frase: Deus é a fonte da felicidade. Quem se aproxima d’Ele experimenta uma alegria indescritível. Compreendendo isso compreendemos o que é ser santo: é viver em comunhão com Deus. Esta comunhão com o Senhor produz em nós a felicidade tão desejada. Então, ser santo = ser feliz.
Ser santo não significa fazer coisas extraordinárias o tempo todo, mas viver o Evangelho no dia a dia. Quando servimos a alguém de coração estamos sendo santos; quando decidimos desligar a TV ou o computador para dedicarmos um tempo para a oração e meditação da Palavra de Deus, estamos nos santificando, e tantas outras coisas semelhantes. A santidade é um estilo de vida, o estilo de Jesus, do Evangelho. Ela está ao alcance de todos, inclusive de você!
Jesus diz no Evangelho que ninguém acende uma lâmpada e a coloca debaixo de um móvel, mas sim na luminária para iluminar todos que estão na sala (cf. Mt 5,14-16). Da mesma forma, nós somos chamados a iluminar os ambientes e as pessoas pelo nosso testemunho e pela evangelização. Esta luz brilhando em nós é a santidade. Deixe a luz brilhar! Ilumine sua sala de aula, seus colegas e professores; ilumine seus amigos; ilumine sua família; seja um filho, uma filha da luz!
Até breve! Deus abençoe vocês!

Por: José Ronildo.
Fonte: JCEnews
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...