Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/11/2017

“Queridos filhos, olhando vocês em torno de Mim, em torno da sua Mãe, Eu estou vendo muitas almas puras, vejo muitos dos Meus filhos que estão procurando amor e consolação, mas ninguém está oferecendo isso a eles.

Também vejo aqueles que fazem o mal, porque não têm bons exemplos, não conheceram Meu Filho, aquele bem que é silencioso, que se difunde através das almas puras, que é a força que reforça o mundo.

Existem muitos pecados, mas também muito amor. o Meu Filho Me envia, como Mãe, a mesma igual para todos, para que Eu vos ensine o Amor, para que vocês compreendam que são irmãos.

Ele deseja vos ajudar. Apóstolos do Meu Amor, é suficiente o desejo vivo da fé e do Amor, o Meu Filho o aceitará.

Mas vocês têm que ser dignos, ter boa vontade e um coração aberto. O Meu Filho entra nos corações abertos. Eu, como Mãe, desejo que vocês conheçam o melhor possível o Meu Filho, Deus, nascido de Deus, para que vocês conheçam a grandeza do Seu Amor, o qual vocês tanto precisam.

Ele aceitou os seus pecados, conseguiu a Redenção para vocês, mas em troca procura que vocês amem-se uns aos outros. O Meu Filho é Amor. Ele ama todo ser humano, sem diferença, todas as pessoas de todos os povos e nações.

Se vocês, Meus Filhos, vivessem o Amor do Meu Filho, o Seu Reinado já estaria na Terra. Por isso, Apóstolos do Meu Amor, rezem, rezem para que o Meu Filho e Seu Amor estejam mais próximos de vocês, para que vocês sejam exemplos de Amor e possam ajudar àqueles que ainda não conhecem o Meu Filho.

Nunca esqueçam que o Meu Filho, Uno e Trino, Ama. Amem e rezem pelos seus sacerdotes. Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Carta aos Jovens

“Outrora vocês eram trevas, mas agora são luz no Senhor. Por isso, comportem-se como filhos da luz” (Efésios 5,8).
Shalom, juventude!
Ontem celebramos a memória de Santa Terezinha do Menino Jesus e estou lendo um livro que conta a história de uma jovem que foi proclamada bem aventurada pela Igreja: Chiara Luce. Então, enquanto rezava procurando a inspiração do Senhor sobre o que deveria escrever me veio o desejo de falar pra vocês de santidade. Quando se fala de santidade, de ser santo, as pessoas em geral, e também os jovens, parecem ter uma visão equivocada a este respeito. Tem-se a ideia de que ser santo ou buscar a santidade é viver fora do mundo, indiferente a tudo e sem fazer nada prazeroso. Seria assim: santidade = chatice. Mas, na verdade, não é nada disso.
Nós, cristãos, acreditamos que Deus é santo, aliás, o único santo. Entretanto, Ele nos comunica a sua santidade, nos faz participantes dela. Mas quem é Deus? Deus é amor, ternura, compaixão, luz, doação... Numa frase: Deus é a fonte da felicidade. Quem se aproxima d’Ele experimenta uma alegria indescritível. Compreendendo isso compreendemos o que é ser santo: é viver em comunhão com Deus. Esta comunhão com o Senhor produz em nós a felicidade tão desejada. Então, ser santo = ser feliz.
Ser santo não significa fazer coisas extraordinárias o tempo todo, mas viver o Evangelho no dia a dia. Quando servimos a alguém de coração estamos sendo santos; quando decidimos desligar a TV ou o computador para dedicarmos um tempo para a oração e meditação da Palavra de Deus, estamos nos santificando, e tantas outras coisas semelhantes. A santidade é um estilo de vida, o estilo de Jesus, do Evangelho. Ela está ao alcance de todos, inclusive de você!
Jesus diz no Evangelho que ninguém acende uma lâmpada e a coloca debaixo de um móvel, mas sim na luminária para iluminar todos que estão na sala (cf. Mt 5,14-16). Da mesma forma, nós somos chamados a iluminar os ambientes e as pessoas pelo nosso testemunho e pela evangelização. Esta luz brilhando em nós é a santidade. Deixe a luz brilhar! Ilumine sua sala de aula, seus colegas e professores; ilumine seus amigos; ilumine sua família; seja um filho, uma filha da luz!
Até breve! Deus abençoe vocês!

Por: José Ronildo.
Fonte: JCEnews
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...