Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/08/2018

“Queridos filhos,

Com amor materno os convido a abrirem os seus corações à paz, a abrirem os seus corações ao MEU FILHO, a cantar em seus corações o amor ao MEU FILHO, porque somente através deste amor chega a paz da alma.

Filhos MEUS, EU sei que vocês tem a bondade, sei que vocês tem o amor, o amor misericordioso. Mas, muitos dos MEUS filhos ainda tem os corações fechados, pensam que podem agir sem colocar os seus pensamentos ao PAI CELESTIAL que ilumina, diante do MEU FILHO que está sempre e novamente com vocês na EUCARISTIA e que deseja ouvi-los.

Filhos Meus, porque não falam para eles ? A vida de cada um de vocês é importante e preciosa porque é um dom do PAI CELESTIAL para a ETERNIDADE, por isso nunca se esqueçam de agradecê-LO e falar com ELE.

Eu sei, filhos MEUS, que para vocês é desconhecido aquilo que virá depois, porém quando chegar o “depois” de vocês, terão todas as respostas. O MEU amor materno deseja que vocês estejam prontos.

Filhos MEUS, com a vida de vocês coloquem sentimentos bons nos corações das pessoas que vocês encontrarem, sentimentos de paz, de bondade, de amor e de perdão. Através da oração escutem o que lhes diz o MEU FILHO e assim o façam.

Novamente os convido a rezarem pelos seus sacerdotes, por aqueles a quem o MEU FILHO chamou; lembrem-se que eles tem necessidade de orações e de amor.

Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Brasileiros celebram hoje Solenidade de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil

Vindos de todo o Brasil, em caravanas, a cavalo ou até mesmo a pé ao maior templo mariano do mundo, centenas de milhares de devotos encheram hoje, 12 de outubro de 2013, a Basílica do Santuário Nacional de Aparecida para participar da tradicional Missa Solene das 9h, e outras comemorações programadas para a data, como a transmissão do terço mundial com o Papa e a mensagem que ele enviará aos devotos de Nossa Senhora.

A celebração das 9h foi presidida pelo Cardeal Arcebispo de Aparecida e presidente da Conferência da Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Dom Raymundo Damasceno Assis. Concelebraram a Eucaristia o bispo auxiliar de Brasília (DF) e secretário geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Dom Leonardo Ulrich Steiner, OFM, o bispo emérito de Barretos (SP), Dom Pedro Fré, o reitor do Santuário, Padre Domingos Sávio, diversos Missionários Redentoristas, sacerdotes da Arquidiocese de Aparecida e religiosos.

A celebração contou com a presença do Governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, e de outras autoridades civis, militares e eclesiais.

Segundo informou o site oficial do Santuário de Aparecida, a imagem de Nossa Senhora, milagrosamente resgatada das águas do rio Paraíba, foi entronizada em um carro andor representando o projeto artístico da obra da Cúpula. Rica em detalhes que revelam a beleza da criação, a Imagem da Padroeira veio no centro da árvore da vida e, ao seu redor, pássaros da fauna brasileira.

Em sua homilia, Dom Damasceno recordou o encontro da Imagem da Virgem de Aparecida nas águas no Rio Paraíba do Sul.

“A devoção a Nossa Senhora Aparecida, uma das principais expressões da piedade do povo brasileiro, teve início em 1717, quando três pescadores, Domingos Garcia, João Alves e Felipe Pedroso, foram incumbidos de conseguir certa quantidade de peixes no rio Paraíba, por ocasião da passagem, por Guaratinguetá, do Conde de Assumar, em viagem para a tomada da posse como Governador de São Paulo e das Minas de ouro”.

Dom Damasceno citou as palavras do Papa Francisco em sua recente visita ao Santuário Nacional:

“Em Aparecida, Deus ofereceu ao Brasil a sua própria Mãe e Ela quis manifestar-se nessa região do Vale do Paraíba de maneira simples, sem fato espetacular, sem mensagem especial; solidária, porém, com aqueles pobres pescadores e na sua cor negra, identificada com os escravos da época e os excluídos de hoje. Ela quis escolher essa terra para derramar as bênçãos de Deus sobre o Brasil e o povo devoto que aqui vem para venerar a milagrosa imagem e para proclamar seus louvores e graças”.

Referindo-se ao encontro da imagem da Virgem da Conceição pelos três pescadores no rio Paraíba, o Cardeal lembrou que o Pontífice chamou-nos a atenção para três posturas que devemos cultivar na nossa vida: ‘Conservar a esperança, Deixar-se surpreender por Deus e Viver na alegria’.

Refletindo sobre a mensagem do Papa, Dom Damasceno afirmou que mesmo diante das dificuldades na vida de cada um Deus nunca deixa que sejamos submergidos.

“Tenham sempre no coração esta certeza! Deus caminha a seu lado, nunca lhes deixa desamparados! Nunca percamos a esperança! Nunca deixemos que ela se apague nos nossos corações!”

Com a Mãe Aparecida seguimos Jesus, nossa luz! – Fazendo referência ao tema geral da Novena e Festa da Padroeira deste ano, o Cardeal afirmou que Maria é a Mãe, mas também a primeira e mais fiel discípula de seu Filho Jesus.

“Como missionária e discípula, ela nos mostra e nos conduz a Jesus, nossa luz, e nos pede, como aos serventes nas bodas de Caná: ‘Façam tudo o que Ele vos disser’”, concluiu.

APARECIDA, 12 Out. 13 - ACI
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...