Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/10/2017

Queridos filhos,

Falo a vocês como MÃE, com palavras simples mas cheias de amor e de preocupação, que ME foram confiados por MEU FILHO. É ELE que, do ETERNO PRESENTE, fala a vocês com palavras de vida e semeia o amor nos corações abertos, Por esta razão os peço, apóstolos do MEU AMOR, tenham os corações abertos, sempre prontos à misericórdia e ao perdão.

Pelo MEU FILHO, perdoem sempre ao próximo porque assim vocês terão a paz. Filhos MEUS, preocupem-se com a alma de vocês porque é a única coisa que pertence a vocês realmente. Vocês se esqueceram da importância da família.

A família não deveria ser lugar de sofrimento e de dor mas local de compreensão e de ternura. As famílias que vivem segundo o MEU FILHO, vivem em amor recíproco.

Quando o MEU FILHO era ainda pequeno, ELE ME dizia que todos os homens são SEUS irmãos; por isso lembrem-se, apóstolos do MEU AMOR, que todos os homens que vocês encontrarem são família, irmãos pelo MEU FILHO.

Meus filhos, não gastem seu tempo pensando sobre o futuro, se preocupando. Que sua única preocupação seja viver bem cada momento de acordo com MEU FILHO. Lá está – paz para vocês!

Filhos MEUS, não esqueçam nunca de rezar pelos seus sacerdotes. Rezem para que possam aceitar todos os homens como seus próprios filhos e segundo o MEU FILHO, sejam pais espirituais. Obrigada.


OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Bachelet confirma apoio ao aborto e "matrimônio" homossexual no Plano de Governo para o Chile

A menos de duas semanas das eleições presidenciais e depois de evadir os debates públicos, a candidata do partido Nova Maioria, Michelle Bachelet, fez público seu Plano de Governo no qual incorpora a legalização do aborto e abrir as portas ao matrimônio homossexual.
O programa de governo da candidata de esquerda retoma como eixo central a mudança a uma nova Constituição, na qual "confluam as tradições constitucionais liberal, democrática e social".
Utilizando uma série de eufemismos, o Plano de Governo promete promover políticas a favor dos chamados "direitos sexuais e reprodutivos" que inclui a "despenalização da interrupção voluntária da gravidez em caso de perigo de vida da mãe, estupro ou inviabilidade do feto".
O Plano de Bachelet também oferece uma educação sexual "leiga e humanista" e "a disponibilidade efetiva de métodos anticoncepcionais, incluindo a anticoncepção de emergência".
A candidata também incorporou "uma Nova Agenda de Gênero baseada nos direitos, igualdade e autonomia das mulheres, impulsionada por uma institucionalidade renovada e de maior rango".
"Matrimônio gay": o seguinte passo
Sobre o mal chamado "matrimônio" homossexual, o programa de Bachelet anuncia "um debate aberto, com participação ampla para a elaboração e posterior envio de um projeto de lei nesta matéria".
Além disso, oferece apoio à lei de identidade de gênero, que se encontra em trâmite, e "que permita às pessoas transexuais, adequar seu nome e sexo registral de acordo a sua própria identidade de gênero".
No início de outubro, uma pesquisa elaborada pelo Instituto Chileno de Estudos Municipais (Ichem) e pela Universidade Autônoma do Chile mostrou que mais da metade dos eleitores de Bachelet não está a favor da legalização do aborto e do "matrimônio" homossexual.

SANTIAGO, 29 Out. 13 - ACI/EWTN Noticias
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...