Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/12/2017

“Queridos filhos, Me dirijo a vocês como sua Mãe, a Mãe dos justos, a Mãe daqueles que amam e sofrem, a Mãe dos santos.

Filhos Meus, também vocês podem ser santos: depende de vocês. Santos são aqueles que amam imensamente o Pai Celestial, aqueles que O amam acima de tudo.

Por isso, filhos Meus, procurem ser sempre melhores. Se procuraram ser bons, podem ser santos, também se não pensam isto de vocês. Se vocês pensam ser bons, não são humildes e a soberba os distancia da santidade.

Neste mundo inquieto, cheio de ameaças, as suas mãos, apóstolos do Meu amor, devem estar estendidas em oração e em misericórdia. Para mim, filhos Meus, presenteiem o Rosário, as rosas que tanto amo!

As Minhas rosas são as suas orações feitas com o coração e não somente recitadas com os lábios. As minhas rosas são as suas obras de oração, de fé e de amor.

Quando era pequeno, Meu Filho me dizia que os Meus filhos seriam numerosos e que me trariam muitas rosas.

Eu não compreendia, agora sei que vocês são aqueles filhos, que trazem rosas quando amam o Meu Filho acima de tudo, quando rezam com o coração, que ajudam os mais pobres. Estas são as Minhas rosas!

Esta é a fé, que faz que tudo na vida se faça por amor; que não conhece a soberba; que perdoa sempre prontamente, sem nunca julgar e procurando sempre compreender o próprio irmão.

Por isso, apóstolos do Meu amor, rezem por aqueles que não sabem amar, por aqueles que não os amam, por aqueles que os fizeram mal, por aqueles que não conheceram o Amor de Meu Filho. Filhos Meus, os peço isto para que lembrem que rezar significa amar e perdoar. Obrigada !”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Arcebispo de Cracóvia lança novo livro sobre João Paulo II

Será apresentado na próxima segunda-feira, 4 de novembro, em Roma, o livro do Arcebispo de Cracóvia, Polônia, Cardeal Stanislaw Dziwisz, intitulado "Eu vivi com um santo".

A obra é uma conversa com o jornalista Gian Franco Svidercoschi que há cinqüenta anos acompanha os fatos do mundo religioso e foi vice-diretor do jornal da Santa Sé "L'Osservatore Romano".

O Cardeal Dziwisz, ex-secretário do Beato João Paulo II, que será canonizado em 27 de abril de 2014, viveu ao lado de Karol Wojtyla durante quase quarenta anos.

"Eu vivi ao lado de um santo ou pelo menos durante quase quarenta anos, todos os dias, eu vi de perto a santidade como eu sempre pensei que deveria ser", ressaltou o purpurado.

Oito anos depois de sua morte, o Arcebispo de Cracóvia repercorre a vida extraordinária de um gigante do nosso tempo em busca dos traços daquela santidade que está para ser solenemente proclamada.

O livro ajudará a entender melhor tanto o Papa que mudou a história da Igreja e do mundo quanto Karol Wojtyla, numa dimensão mais humana e pessoal.

Em 2011, o Cardeal Dziwisz lançou o livro "Uma vida com Karol".


Roma, 29/10/2013 - Rádio Vaticano 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...