Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/11/2017

“Queridos filhos, olhando vocês em torno de Mim, em torno da sua Mãe, Eu estou vendo muitas almas puras, vejo muitos dos Meus filhos que estão procurando amor e consolação, mas ninguém está oferecendo isso a eles.

Também vejo aqueles que fazem o mal, porque não têm bons exemplos, não conheceram Meu Filho, aquele bem que é silencioso, que se difunde através das almas puras, que é a força que reforça o mundo.

Existem muitos pecados, mas também muito amor. o Meu Filho Me envia, como Mãe, a mesma igual para todos, para que Eu vos ensine o Amor, para que vocês compreendam que são irmãos.

Ele deseja vos ajudar. Apóstolos do Meu Amor, é suficiente o desejo vivo da fé e do Amor, o Meu Filho o aceitará.

Mas vocês têm que ser dignos, ter boa vontade e um coração aberto. O Meu Filho entra nos corações abertos. Eu, como Mãe, desejo que vocês conheçam o melhor possível o Meu Filho, Deus, nascido de Deus, para que vocês conheçam a grandeza do Seu Amor, o qual vocês tanto precisam.

Ele aceitou os seus pecados, conseguiu a Redenção para vocês, mas em troca procura que vocês amem-se uns aos outros. O Meu Filho é Amor. Ele ama todo ser humano, sem diferença, todas as pessoas de todos os povos e nações.

Se vocês, Meus Filhos, vivessem o Amor do Meu Filho, o Seu Reinado já estaria na Terra. Por isso, Apóstolos do Meu Amor, rezem, rezem para que o Meu Filho e Seu Amor estejam mais próximos de vocês, para que vocês sejam exemplos de Amor e possam ajudar àqueles que ainda não conhecem o Meu Filho.

Nunca esqueçam que o Meu Filho, Uno e Trino, Ama. Amem e rezem pelos seus sacerdotes. Obrigada.”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Organizações religiosas cobram reconhecimento do Estado

O primeiro dia do Coletivo Inter-religioso foi marcado por reflexões que trouxeram à tona o distanciamento do Estado na relação com as Organizações religiosas. O evento que teve início nesta segunda-feira, 30 de setembro, é resultado do primeiro seminário realizado pela CNBB, em novembro de 2012. Em sua segunda edição, o seminário continua à discussão sobre o Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil, que cobra o diálogo permanente entre as organizações religiosas e o Governo.
O “Marco Regulatório – Memória, situação e perspectivas” foi tema de debate que abriu as atividades do seminário, com a presença da pastora Romi Márcia Bencke (Conic), Daniel Rech (CNBB) e Flamarion Vidal Arauto (FEB), com mediação de padre Geraldo Martins (CNBB).
A secretária geral do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (Conic), pastora Romi Márcia Bencke, lembrou que depende do Governo em querer estabelecer parcerias com as organizações da sociedade civil. “O Governo tem sim a opção por interlocutores, mas é preciso saber quem são eles. Há a interlocução com algumas organizações da sociedade civil e religiosas. Mas é necessário prestar atenção no perfil e na proposta dessas organizações”. A pastora Romi também questionou “a quem interessa cada vez mais a fragilização das organizações da sociedade civil”, que estão com seus direitos ameaçados, assim como as entidades religiosas que desenvolvem atividades ecumênicas em conjunto.
Dentro do debate, o representante da Federação Espírita Brasileira (FEB), Flamarion Vidal, fez uma crítica ao entendimento equivocado de Estado laico: “Quando é que o Estado entendendo haver interesse público, poderá promover suas alianças ou aproximações com as organizações religiosas? Será que estamos tratando de um Estado laico ou um Estado ateísta? Podemos verificar que a posição é ateia, ou seja, há uma equivocada interpretação de que o Estado laico significa não ter religião. Em nosso entender, Estado laico precisa respeitar e garantir todas as religiões”.

Programação
Na terça-feira, 1º de outubro, o seminário prosseguirá suas atividades com Grupos de Trabalho (GTs) e plenária. A mesa final está programada para o período da tarde, momento no qual será entregue o documento do Seminário ao Governo e ao Congresso Nacional, com a presença de dom Guilherme Werlang, do ministro Gilberto Carvalho, ministro Joaquim Barbosa, ministra Gleisi Hoffmann e do senador Rodrigo Rollemberg
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...