Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/09/2017

Queridos filhos !

Quem melhor do que EU poderia falar para vocês do Amor e da existência do MEU FILHO ?

Vivi com ELE, EU sofri com ele, vivendo a vida terrena, EU provei da dor porque era MÃE.

MEU FILHO amou com pensamentos e obras o PAI CELESTIAL, o DEUS VERDADEIRO, e como ME dizia veio para redimi-los. EU escondi a minha dor com o amor. Vocês, filhos MEUS, tem numerosas perguntas, não compreendem a dor, não compreendem que através do Amor de Deus devem aceitar a dor e suportá-la. Todas as pessoas provam-na em maior ou menor medida, mas com a paz na alma e em estado de graça a esperança existe.

Este é o MEU FILHO, DEUS, nascido de DEUS. As SUAS PALAVRAS são sementes de Vida Eterna e semeadas nas boas almas produzem muitos frutos.

MEU FILHO suportou a dor porque tomou para si os pecados de vocês.

Por isso vocês, filhos MEUS, Apóstolos do MEU Amor, vocês que sofrem, saibam que as suas dores se tornarão luz e glória.

Filhos MEUS, enquanto vocês suportam a dor o CÉU entra em vocês, e em todos em torno de vocês é dado um pouco de Céu e muita esperança !

Obrigada !

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Juventude é prioridade para a Igreja no Brasil

Com o lema ‘Juventude que ousa lutar constrói o projeto Popular’, cerca de 1.000 pessoas participaram no último sábado, em Aparecida, da 19ª edição do ‘Grito do Excluídos’. O evento reuniu também os integrantes da 26ª Romaria dos Trabalhadores, que neste ano refletiu o tema ‘Mãe Aparecida, ajude a libertar a juventude esquecida!'. Com uma caminhada que começou no Porto de Itaguaçú, os participantes seguiram até a Tribuna Papa Bento XVI no Santuário Nacional, onde manifestaram o ‘grito’ por uma sociedade mais justa e igualitária. O evento encerrou com uma missa no Altar Central às 10h30. 
O Arcebispo de Aparecida, Cardeal Dom Raymundo Damasceno de Assis, que presidiu a celebração, falou do momento especial que a juventude vive nesse ano com a realização de diversos eventos voltados para a juventude e destacou a realidade desafiadora que ela vive na atualidade. “Este ano de 2013 é um ano muito especial para a juventude: Fraternidade e Juventude foi o tema da CF, com o lema 'Eis-me aqui, envia-me', e em julho passado foi realizada a Jornada Mundial da Juventude, no Rio de Janeiro, com a presença do Papa Francisco. A juventude é também o tema da Romaria dos Trabalhadores (as) e do Grito dos Excluídos”. 
Os jovens ainda são maioria da nossa população, 47 milhões de brasileiros de 15 a 29 anos segundo Censo do IBGE 2010, e são um grande potencial para a renovação da sociedade e da Igreja. “As estatísticas revelam que os jovens tem acesso restrito à educação de qualidade, dificuldades de inserção no mundo do trabalho, são as principais vítimas da violência, das drogas”, destacou o cardeal. 
Referindo-se ao potencial dos jovens, sua criatividade e seu dinamismo, o cardeal frisou que eles “tem muito a contribuir para o bem da sociedade e a Igreja”. Dom Raymundo concluiu com as palavras do Papa Francisco aos jovens no Rio de Janeiro, 'ponha Cristo em sua vida e encontrarás um amigo em quem confiar; bote Cristo e você verá crescer as asas da esperança para percorrer com alegria o caminho do futuro; bote Cristo e sua vida estará plena de seu amor, será uma vida fecunda e você não ficará desapontado'. 
Ao final, Dom Damasceno lembrou ainda o pedido do Papa Francisco pela paz Síria e manifestou o seu desejo de uma pátria mais fraterna e mais justa. “Rezemos pela nossa pátria, por todos os brasileiros, para que caminhemos na prosperidade, na justiça e na paz, sob a proteção da Mãe Aparecida, Padroeira e Rainha do Brasil. Em especial, peçamos a Deus, por intercessão de Nossa Senhora, Rainha da Paz, a solução para a paz na Síria, no Oriente Médio, e para que os governantes, por meio do diálogo, da negociação, encontrem o bem de suas populações”.

Fonte: Rádio Vaticano
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...