Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/09/2017

Queridos filhos !

Quem melhor do que EU poderia falar para vocês do Amor e da existência do MEU FILHO ?

Vivi com ELE, EU sofri com ele, vivendo a vida terrena, EU provei da dor porque era MÃE.

MEU FILHO amou com pensamentos e obras o PAI CELESTIAL, o DEUS VERDADEIRO, e como ME dizia veio para redimi-los. EU escondi a minha dor com o amor. Vocês, filhos MEUS, tem numerosas perguntas, não compreendem a dor, não compreendem que através do Amor de Deus devem aceitar a dor e suportá-la. Todas as pessoas provam-na em maior ou menor medida, mas com a paz na alma e em estado de graça a esperança existe.

Este é o MEU FILHO, DEUS, nascido de DEUS. As SUAS PALAVRAS são sementes de Vida Eterna e semeadas nas boas almas produzem muitos frutos.

MEU FILHO suportou a dor porque tomou para si os pecados de vocês.

Por isso vocês, filhos MEUS, Apóstolos do MEU Amor, vocês que sofrem, saibam que as suas dores se tornarão luz e glória.

Filhos MEUS, enquanto vocês suportam a dor o CÉU entra em vocês, e em todos em torno de vocês é dado um pouco de Céu e muita esperança !

Obrigada !

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

II Seminário do Setor Casos Especiais discute realidade de casais em segunda união

O regional Nordeste 2 da Pastoral Familiar promoveu o II Seminário do setor Casos Especiais, em Recife (PE). O evento ocorreu nos dias 30 e 31 de agosto. Na ocasião, foi discutida a situação pastoral dos casais em segunda união na Igreja. O II Seminário do Setor Casos Especiais contou com a presença de representantes de 11 dioceses do Regional Nordeste 2 que, na oportunidade, puderam compartilhar das atividades realizadas.
O seminário foi aberto pelo arcebispo de Recife, dom Antonio Fernando Saburido, que acolheu e motivou os agentes a “continuarem com firmeza e coragem a formação e o trabalho pastoral com os casais em segunda união”.
Em seguida, houve a primeira conferência, feita pelo assessor nacional da Comissão para a Vida e a Família, padre Wladimir Porreca, sobre os casos especiais à luz dos documentos da Igreja. “Os representantes trouxeram as angústias e esperanças dos bispos, padres, diáconos e religiosos que encontram na Família um grande recurso para promover o os valores humanos e cristãos”, revela.
Ainda de acordo com o assessor, durante o seminário, foi entregue aos representantes da Pastoral Familiar das dioceses um questionário. “O objetivo era averiguar o que existia de concreto nas dioceses acerca das ações evangelizadoras realizadas pelo Setor Casos Especiais e, em especial, pelas famílias em Segunda União nas dioceses representadas, além das ações concretas do que poderia ser feito”, explicou.
Ao final, os participantes apresentaram em plenário as ações que serão desenvolvidas na Pastoral Familiar com os casais em segunda união. Um compromisso assumido foi o de iniciar, com a bênção do pároco, os trabalhos com casais em segunda união com pequenos grupos formados de dois, três ou mais casais.
Nos eventos próprios do calendário da Pastoral Familiar, os casais em segunda união foram convidados a se inserirem. “A ideia é ampliar, reforçar e promover os encontros de formação, de lazer, de convivência, de exercícios espirituais, de troca de experiências e outros na temática da Pastoral Familiar dos casais em segunda união”, disse padre Wladimir Porreca.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...