Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/07/2017

“Queridos filhos, os agradeço porque responderam ao Meu chamado e porque se reuniram em torno de Mim, em torno da Sua Mãe Celestial. Eu sei que pensam em Mim com amor e esperança. Eu sinto o amor de cada um de vocês, como também a sede do Meu Amadíssimo Filho, que por meio do Seu Amor Misericordioso, sempre e novamente Me envia até vocês. Ele que era homem e Deus Uno e Trino. Ele que por causa de vocês sofreu com o corpo e com a alma. Ele que se fez pão para dar pão às suas almas, para poder salvá-las.

Meus filhos, os ensino como serem dignos do Seu Amor, para poderem dirigir os seus pensamentos a Ele, para poderem viver o Meu Filho. Apóstolos do Meu Amor, os envolvo com o Meu Manto porque como Mãe desejo salvá-los.

Os peço: rezem pelo mundo inteiro. O Meu Coração sofre. Os pecados se multiplicam, são muitos. Mas com a ajuda de vocês, vocês que são humildes, cheios de amor, escondidos e santos, o Meu Coração triunfará. Amem o Meu Filho acima de tudo, e o mundo inteiro por meio Dele.

Não esqueçam nunca que cada irmão seu leva em si algo de precioso: a alma. Por isso, Meus filhos, amem a todos aqueles que não conhecem o Meu Filho, para que por meio da oração e do amor que vem da oração, eles possam tornarem-se melhores, a fim de que a bondade neles possa vencer, para poder salvarem as almas e terem a Vida Eterna.

Meus Apóstolos, Meus filhos, o Meu Filho pediu que amassem uns aos outros; que isto esteja escrito em seus corações e com a oração comecem a viver este amor.

Obrigada.

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Milhares de cidadãos "fazem bagunça" na Bolívia durante a Marcha Nacional pela Vida

Com o lema “A Bolívia ama a vida”, foram realizadas esta semana várias manifestações em favor da vida desde a concepção até a morte natural em diversas cidades do país andino. A iniciativa é promovida pela Conferência Episcopal Boliviana e conta com a participação de várias igrejas cristãs, universidades, organizações de agricultores e outras instituições.

O jornal El Diario informa que “dezenas de milhares de fiéis de várias igrejas, instituições cívicas, estudantis, crianças, jovens, pais de família e agricultores marcharam em seis capitais do país, repudiando as práticas ilegais do aborto e se manifestando em defesa do direito à vida, de acordo com os valores humanos e cristãos vigentes na Bolívia”.
O jornal, de La Paz, acrescenta que os manifestantes "expressaram rejeição à proposta que tramita na Assembleia Legislativa para legalizar o aborto. A população se pronunciou contra a reforma pedida por várias organizações com apoio internacional”.
A iniciativa foi lançada pela Conferência Episcopal Boliviana (CEB), que declarou: "Como bolivianas e bolivianos, exigimos o amparo jurídico da vida das crianças ainda não nascidas, desde a concepção. A sua identidade não se modifica em razão do seu crescimento, desenvolvimento ou suficiência. Portanto, merece, desde o princípio, a proteção garantida pelos direitos humanos".
Poucas horas antes da manifestação, o presidente do laicato católico boliviano, Victor Hugo Valda, afirmou: “Em toda a Bolívia, nós estamos nos mobilizando a favor da vida e vamos para as ruas ‘fazer bagunça’ como pediu o papa Francisco. Fazer uma bagunça de vida e de amor”, informa o boletim Igreja Viva, da Conferência Episcopal Boliviana.
Participam das marchas muitas organizações e movimentos que defendem a vida “porque a vida é um assunto que não se restringe à fé: é um aspecto dos direitos humanos”.

Em La Paz, a marcha partiu da Praça do Bicentenário, onde se concentraram pelo menos vinte mil pessoas. A mobilização aconteceu em sete departamentos da Bolívia, equivalentes a Estados. Em Oruro e Cochabamba, a marcha se realizará no dia 27 de agosto.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...