Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/12/2017

“Queridos filhos, Me dirijo a vocês como sua Mãe, a Mãe dos justos, a Mãe daqueles que amam e sofrem, a Mãe dos santos.

Filhos Meus, também vocês podem ser santos: depende de vocês. Santos são aqueles que amam imensamente o Pai Celestial, aqueles que O amam acima de tudo.

Por isso, filhos Meus, procurem ser sempre melhores. Se procuraram ser bons, podem ser santos, também se não pensam isto de vocês. Se vocês pensam ser bons, não são humildes e a soberba os distancia da santidade.

Neste mundo inquieto, cheio de ameaças, as suas mãos, apóstolos do Meu amor, devem estar estendidas em oração e em misericórdia. Para mim, filhos Meus, presenteiem o Rosário, as rosas que tanto amo!

As Minhas rosas são as suas orações feitas com o coração e não somente recitadas com os lábios. As minhas rosas são as suas obras de oração, de fé e de amor.

Quando era pequeno, Meu Filho me dizia que os Meus filhos seriam numerosos e que me trariam muitas rosas.

Eu não compreendia, agora sei que vocês são aqueles filhos, que trazem rosas quando amam o Meu Filho acima de tudo, quando rezam com o coração, que ajudam os mais pobres. Estas são as Minhas rosas!

Esta é a fé, que faz que tudo na vida se faça por amor; que não conhece a soberba; que perdoa sempre prontamente, sem nunca julgar e procurando sempre compreender o próprio irmão.

Por isso, apóstolos do Meu amor, rezem por aqueles que não sabem amar, por aqueles que não os amam, por aqueles que os fizeram mal, por aqueles que não conheceram o Amor de Meu Filho. Filhos Meus, os peço isto para que lembrem que rezar significa amar e perdoar. Obrigada !”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Milhares de cidadãos "fazem bagunça" na Bolívia durante a Marcha Nacional pela Vida

Com o lema “A Bolívia ama a vida”, foram realizadas esta semana várias manifestações em favor da vida desde a concepção até a morte natural em diversas cidades do país andino. A iniciativa é promovida pela Conferência Episcopal Boliviana e conta com a participação de várias igrejas cristãs, universidades, organizações de agricultores e outras instituições.

O jornal El Diario informa que “dezenas de milhares de fiéis de várias igrejas, instituições cívicas, estudantis, crianças, jovens, pais de família e agricultores marcharam em seis capitais do país, repudiando as práticas ilegais do aborto e se manifestando em defesa do direito à vida, de acordo com os valores humanos e cristãos vigentes na Bolívia”.
O jornal, de La Paz, acrescenta que os manifestantes "expressaram rejeição à proposta que tramita na Assembleia Legislativa para legalizar o aborto. A população se pronunciou contra a reforma pedida por várias organizações com apoio internacional”.
A iniciativa foi lançada pela Conferência Episcopal Boliviana (CEB), que declarou: "Como bolivianas e bolivianos, exigimos o amparo jurídico da vida das crianças ainda não nascidas, desde a concepção. A sua identidade não se modifica em razão do seu crescimento, desenvolvimento ou suficiência. Portanto, merece, desde o princípio, a proteção garantida pelos direitos humanos".
Poucas horas antes da manifestação, o presidente do laicato católico boliviano, Victor Hugo Valda, afirmou: “Em toda a Bolívia, nós estamos nos mobilizando a favor da vida e vamos para as ruas ‘fazer bagunça’ como pediu o papa Francisco. Fazer uma bagunça de vida e de amor”, informa o boletim Igreja Viva, da Conferência Episcopal Boliviana.
Participam das marchas muitas organizações e movimentos que defendem a vida “porque a vida é um assunto que não se restringe à fé: é um aspecto dos direitos humanos”.

Em La Paz, a marcha partiu da Praça do Bicentenário, onde se concentraram pelo menos vinte mil pessoas. A mobilização aconteceu em sete departamentos da Bolívia, equivalentes a Estados. Em Oruro e Cochabamba, a marcha se realizará no dia 27 de agosto.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...