Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/12/2017

“Queridos filhos, Me dirijo a vocês como sua Mãe, a Mãe dos justos, a Mãe daqueles que amam e sofrem, a Mãe dos santos.

Filhos Meus, também vocês podem ser santos: depende de vocês. Santos são aqueles que amam imensamente o Pai Celestial, aqueles que O amam acima de tudo.

Por isso, filhos Meus, procurem ser sempre melhores. Se procuraram ser bons, podem ser santos, também se não pensam isto de vocês. Se vocês pensam ser bons, não são humildes e a soberba os distancia da santidade.

Neste mundo inquieto, cheio de ameaças, as suas mãos, apóstolos do Meu amor, devem estar estendidas em oração e em misericórdia. Para mim, filhos Meus, presenteiem o Rosário, as rosas que tanto amo!

As Minhas rosas são as suas orações feitas com o coração e não somente recitadas com os lábios. As minhas rosas são as suas obras de oração, de fé e de amor.

Quando era pequeno, Meu Filho me dizia que os Meus filhos seriam numerosos e que me trariam muitas rosas.

Eu não compreendia, agora sei que vocês são aqueles filhos, que trazem rosas quando amam o Meu Filho acima de tudo, quando rezam com o coração, que ajudam os mais pobres. Estas são as Minhas rosas!

Esta é a fé, que faz que tudo na vida se faça por amor; que não conhece a soberba; que perdoa sempre prontamente, sem nunca julgar e procurando sempre compreender o próprio irmão.

Por isso, apóstolos do Meu amor, rezem por aqueles que não sabem amar, por aqueles que não os amam, por aqueles que os fizeram mal, por aqueles que não conheceram o Amor de Meu Filho. Filhos Meus, os peço isto para que lembrem que rezar significa amar e perdoar. Obrigada !”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Faleceu em 28 julho de 2013, Frei Fernando Rossi companheiro por 50 anos de Frei Damião de Bozzano

Comunicamos com pesar o falecimento de Frei Fernando Rossi, OFMCap., companheiro de missão de Frei Damião de Bozzano durante 50 anos. O velório aconteceu na Igreja da Vila São Francisco, em Quebrângulo-AL. No dia 31, às 9h, houve missa de corpo presente, presidida por Dom Dulcênio Matos, bispo de Palmeira dos Índios, em seguida aconteceu o sepultamento.

NECROLÓGIO - +FREI FERNANDO ROSSI, OFMCap.

Nasceu aos 20 de junho de 1918, em Massa Carrara, Itália. Era filho de Federico Rossi e Anna Focacci. No batismo, recebeu o nome de Giuseppe Rossi. Desde criança, ajudava os frades capuchinhos de sua cidade, como coroinha do convento, tendo sido, inclusive, coroinha do Servo de Deus Frei Damião de Bozzano, na época, residente em sua cidade natal. 
Sentindo o chamado à vida religiosa, o menino Giuseppe Rossi, foi levado ao Convento dos Capuchinhos por sua mãe no dia 14 de outubro de 1929. Emitiu a profissão perpétua e solene na Ordem Capuchinha, aos 21 de junho de 1939. Depois da formação religiosa, foi ordenado sacerdote aos 29 de fevereiro de 1942. Chegou ao Brasil a 05 de dezembro de 1946 juntamente com outros quatro confrades (Frei Bernardino Ricci, Frei Crispim de Massa, Frei Jerônimo de Vinca e Frei Jorge de Massa), indo residir no Convento Nossa Senhora da Penha, em Recife-PE, onde assumiu a missão de pregador.
No dia 20 de janeiro de 1947, reencontrou Frei Damião, recém chegado de uma missão, este o reconheceu e o convidou para ajudá-lo no trabalho missionário, pois até então exercia esse trabalho sozinho ou com outros que o acompanhavam esporadicamente.
Após aprender o português, Frei Fernando, começou a ajudar Frei Damião em suas missões, sendo a primeira delas em Açu-RN, no mês de julho de 1947. A partir de então, os dois missionários percorreram o Nordeste brasileiro, incansavelmente, anunciando a Boa-Nova de Jesus Cristo. Durante 50 anos, Frei Fernando Rossi acompanhou Frei Damião de Bozzano nas andanças missionárias pelos vilarejos e cidades, nas capelas, matrizes e catedrais, do litoral ao sertão. A faina missionária fazia com que passassem semanas sem retornar para casa, mas tiveram como residência, os conventos da Penha e de São Félix de Cantalice, na capital pernambucana. Um ano após a morte de Frei Damião, em 1998, Frei Fernando passou a residir na Vila São Francisco, em Quebrangulo-AL. Durante o tempo em que residiu naquela vila, deu assistência religiosa à comunidade, à Ordem Terceira e aos romeiros que visitavam o local.
Pelos méritos da ação missionária juntamente ao Frei Damião, recebeu o título de cidadão honorário e outras homenagens em diversas cidades e estados do País.
Faleceu no dia 28 de julho, p.p., aos 95 anos, no Hospital Regional Santa Rita, em Palmeira dos Índios-AL, vítima de insuficiência cardíaca. O velório durou três dias, sendo sepultado na Igreja da Vila São Francisco, após a missa de corpo presente, presidida por D. Dulcênio Fontes de Matos, bispo de Palmeira dos Índios, e concelebrada pelo Frei Francisco Barreto, ministro provincial, outros capuchinhos e membros do clero secular, totalizando vinte e dois sacerdotes, contando com a presença de uma multidão de fiéis.
Resquiescat in pace!
Missas: 

7º dia: 03/08/2013                       30º dia: 28/08/2013.


Fonte: Arquivo da PRONEB
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...