Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/10/2017

Queridos filhos,

Falo a vocês como MÃE, com palavras simples mas cheias de amor e de preocupação, que ME foram confiados por MEU FILHO. É ELE que, do ETERNO PRESENTE, fala a vocês com palavras de vida e semeia o amor nos corações abertos, Por esta razão os peço, apóstolos do MEU AMOR, tenham os corações abertos, sempre prontos à misericórdia e ao perdão.

Pelo MEU FILHO, perdoem sempre ao próximo porque assim vocês terão a paz. Filhos MEUS, preocupem-se com a alma de vocês porque é a única coisa que pertence a vocês realmente. Vocês se esqueceram da importância da família.

A família não deveria ser lugar de sofrimento e de dor mas local de compreensão e de ternura. As famílias que vivem segundo o MEU FILHO, vivem em amor recíproco.

Quando o MEU FILHO era ainda pequeno, ELE ME dizia que todos os homens são SEUS irmãos; por isso lembrem-se, apóstolos do MEU AMOR, que todos os homens que vocês encontrarem são família, irmãos pelo MEU FILHO.

Meus filhos, não gastem seu tempo pensando sobre o futuro, se preocupando. Que sua única preocupação seja viver bem cada momento de acordo com MEU FILHO. Lá está – paz para vocês!

Filhos MEUS, não esqueçam nunca de rezar pelos seus sacerdotes. Rezem para que possam aceitar todos os homens como seus próprios filhos e segundo o MEU FILHO, sejam pais espirituais. Obrigada.


OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Em caso inedito, rabino influente é condenado por abuso sexual de menor em Israel

A Corte de Jerusalém condenou o rabino Mordechai Elon por abuso sexual a um menor que procurou seu apoio por enfrentar problemas emocionais.
O rabino Elon, considerado um líder espiritual importante da corrente nacionalista religiosa em Israel, foi acusado de cometer "atos obscenos" por dois jovens menores de idade.
Elon pertence a uma família importante na sociedade israelense.
O pai dele, Menachem Elon, foi juiz da Suprema Corte de Justiça e seu irmão, Binyamin Elon, foi membro do Parlamento durante 13 anos, representando os partidos de extrema direita Moledet e Ihud Leumi, e também foi ministro do Turismo durante 2 anos, durante o governo do ex-premiê Ariel Sharon.
O caso, sem precedentes na história de Israel, é tratado como um escândalo no país.
Os jovens haviam se dirigido à organização Takanah, um fórum fechado que apura acusações de abusos sexuais dentro da comunidade religiosa.
Depois de ouvir os depoimentos dos jovens, a Takanah decidiu, já em 2009, instruir o rabino Elon a suspender suas atividades educacionais.
'Graves danos'
O organização concluiu de que sua conduta poderia causar "graves danos" a seus alunos.
O rabino rejeitou a recomendação do fórum Takanah, que por sua vez resolveu levar o caso à Justiça.
De acordo com Elon e seus simpatizantes, ele costumava ser muito carinhoso com seus alunos, dando-lhes fortes abraços, mas o contato físico não tinha significado sexual e foi mal interpretado.
Meses depois das acusações da Takanah, o procurador geral da Justiça de Israel resolveu iniciar um processo contra o rabino Elon, que culminou nesta quarta feira com a decisão da Corte.
O Tribunal informou que a sentença será anunciada posteriormente.
O advogado de Elon disse a jornalistas presentes no tribunal que iria apelar da decisão.
Após a decisão da Corte, o rabino Elon proferiu uma oração perante os jornalistas e convidou a todos para participar de uma aula que pretende dar a seus alunos, ainda hoje, no seminário rabínico que dirige, no vilarejo de Migdal, no norte de Israel.
Segundo as acusações, o rabino cometeu atos de abuso sexual contra o menor duas vezes, em 2003 e 2005.
Outro jovem, que também havia acusado o rabino de abuso sexual, se negou a prestar depoimento perante o tribunal.

Fonte: BBC/ Brasil
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...