Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/12/2017

“Queridos filhos, Me dirijo a vocês como sua Mãe, a Mãe dos justos, a Mãe daqueles que amam e sofrem, a Mãe dos santos.

Filhos Meus, também vocês podem ser santos: depende de vocês. Santos são aqueles que amam imensamente o Pai Celestial, aqueles que O amam acima de tudo.

Por isso, filhos Meus, procurem ser sempre melhores. Se procuraram ser bons, podem ser santos, também se não pensam isto de vocês. Se vocês pensam ser bons, não são humildes e a soberba os distancia da santidade.

Neste mundo inquieto, cheio de ameaças, as suas mãos, apóstolos do Meu amor, devem estar estendidas em oração e em misericórdia. Para mim, filhos Meus, presenteiem o Rosário, as rosas que tanto amo!

As Minhas rosas são as suas orações feitas com o coração e não somente recitadas com os lábios. As minhas rosas são as suas obras de oração, de fé e de amor.

Quando era pequeno, Meu Filho me dizia que os Meus filhos seriam numerosos e que me trariam muitas rosas.

Eu não compreendia, agora sei que vocês são aqueles filhos, que trazem rosas quando amam o Meu Filho acima de tudo, quando rezam com o coração, que ajudam os mais pobres. Estas são as Minhas rosas!

Esta é a fé, que faz que tudo na vida se faça por amor; que não conhece a soberba; que perdoa sempre prontamente, sem nunca julgar e procurando sempre compreender o próprio irmão.

Por isso, apóstolos do Meu amor, rezem por aqueles que não sabem amar, por aqueles que não os amam, por aqueles que os fizeram mal, por aqueles que não conheceram o Amor de Meu Filho. Filhos Meus, os peço isto para que lembrem que rezar significa amar e perdoar. Obrigada !”

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Egito: pelo menos 578 mortos e 4.200 feridos

Apesar de continuar muito tensa a situação no Egito, começa a perceber-se uma relativa calma no país árabe. As autoridades decretaram estado de emergência que deverá durar um mês, com toque de recolher durante a noite.

Os distúrbios começaram na quarta-feira, quando as forças de segurança desmontaram os principais acampamentos de manifestantes simpáticos a Mursi no Cairo, o que provocou fortes enfrentamentos entre polícia e manifestantes islamistas. O choque se estendeu a outras cidades do país.
A comunidade internacional fez um apelo unânime à contenção a todos os protagonistas do conflito interno. A instituição sunita de Al Azhar, com sede no Cairo, pediu diálogo e reforçou que "o uso da violência nunca será uma alternativa às soluções políticas".
O balanço dos enfrentamentos de quarta-feira entre as forças de segurança egípcias e os seguidores do ex-presidente Mohamed Mursi é trágico: pelo menos 578 mortos e 4.200 feridos, de acordo com o Ministério egípcio da Saúde. Desse total, 202 morreram no Cairo, na praça Rabea al Adauiya, que foi destruída. O Ministério do Interior informa que 534 pessoas foram detidas.
O padre Paul Annis, superior da Congregação dos Missionários Combonianos no Cairo, se pronunciou na quarta-feira, 14, sobre as três igrejas que foram incendiadas em Sohag, Minya e Suez, e declarou à agência de notícias MISNA: “Os católicos também, assim como os coptas e os protestantes, preferiram fechar hoje as igrejas e os lugares de culto, para evitar incidentes. Amanhã, se a situação permitir, vamos voltar a abri-las para celebrar a Assunção de Maria ao céu. Mas a noite vai ser longa. A situação saiu de controle depois da notícia da detenção de alguns líderes da Irmandade”. Annis se refere à prisão de Mohamed el Beltagui, ex-secretário geral e um dos representantes máximos do movimento religioso.
O missionário observou que, enquanto a polícia e os manifestantes continuam em confronto nas ruas, os cristãos (minoria que representa 10% de uma população de 80 milhões de egípcios) “acompanham com preocupação a evolução dos acontecimentos”.
Os coptas temem vingança, porque o patriarca Tawadros II se alinhou com os militares que protagonizaram a destituição de Mohamed Mursi, no dia 3 de julho.

O papa Francisco fez ao mundo um pedido de orações em favor do Egito, invocando a intercessão de Maria, Rainha da Paz. 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...