Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/07/2017

“Queridos filhos, os agradeço porque responderam ao Meu chamado e porque se reuniram em torno de Mim, em torno da Sua Mãe Celestial. Eu sei que pensam em Mim com amor e esperança. Eu sinto o amor de cada um de vocês, como também a sede do Meu Amadíssimo Filho, que por meio do Seu Amor Misericordioso, sempre e novamente Me envia até vocês. Ele que era homem e Deus Uno e Trino. Ele que por causa de vocês sofreu com o corpo e com a alma. Ele que se fez pão para dar pão às suas almas, para poder salvá-las.

Meus filhos, os ensino como serem dignos do Seu Amor, para poderem dirigir os seus pensamentos a Ele, para poderem viver o Meu Filho. Apóstolos do Meu Amor, os envolvo com o Meu Manto porque como Mãe desejo salvá-los.

Os peço: rezem pelo mundo inteiro. O Meu Coração sofre. Os pecados se multiplicam, são muitos. Mas com a ajuda de vocês, vocês que são humildes, cheios de amor, escondidos e santos, o Meu Coração triunfará. Amem o Meu Filho acima de tudo, e o mundo inteiro por meio Dele.

Não esqueçam nunca que cada irmão seu leva em si algo de precioso: a alma. Por isso, Meus filhos, amem a todos aqueles que não conhecem o Meu Filho, para que por meio da oração e do amor que vem da oração, eles possam tornarem-se melhores, a fim de que a bondade neles possa vencer, para poder salvarem as almas e terem a Vida Eterna.

Meus Apóstolos, Meus filhos, o Meu Filho pediu que amassem uns aos outros; que isto esteja escrito em seus corações e com a oração comecem a viver este amor.

Obrigada.

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

Diocese de Caruaru comemora 65 anos de criação!

História da Diocese de Caruaru

     Em 19 de novembro do ano de 1944, o arcebispo da Arquidiocese de Olinda e Recife, Dom Miguel de Lima Valverde, no salão nobre do Clube Intermunicipal formou a comissão pró-bispado para prosseguir com os encaminhamentos visando à criação do novo bispado em Caruaru.
           O Papa Pio XII, em 07 de agosto do ano de 1948, através da Bula "Quae Maiori Christifidelium" erige canonicamente o novo bispado, a Diocese de Caruaru.
            Em 1840, aproximadamente, foi organizada, em Caruaru, a Irmandade de Nossa Senhora das Dores com a finalidade de desenvolver o culto público e promover obras de zelo e de apostolado.
             Em 1846, foi doado um terreno localizado no Cedro, para servir de patrimônio à Capela de Nossa Senhora das Dores e, em 1º de Novembro de 1846, o Frei Euzébio de Sales presidiu a bênção da pedra fundamental desta Capela.
            Nesse tempo, era Bispo de Olinda Dom João da Purificação Marques Perdigão. Houve o desmembramento do território da nova freguesia da Paróquia de São Caetano, cujo Vigário, Padre Antônio Jorge Guerra, foi nomeado primeiro Vigário da Paróquia de Nossa Senhora das Dores de Caruaru.
            A Diocese de Caruaru foi criada a 7 de agosto de 1948, pelo Papa Pio XII, através da Bula "Quae Maiori Christifidelium", sendo a Matriz de Nossa Senhora das Dores a Catedral Diocesana.
Bispos

1º Bispo: Dom Paulo Hipólito de Souza Libório
Dom Paulo Hipólito de Souza Libório foi o primeiro Bispo da Diocese de Caruaru. Nasceu em Picos, estado do Piauí, a 10 de outubro de 1913. Filho de Carlos de Souza Libório e de Maria Izabel Ferreira Libório. Ingressou no seminário de Teresina em 02 de fevereiro de 1929. Ao terminar, os estudos denominados “humanidades” e Filosofia, em 1935, viaja a Roma para cursar a Sagrada Teologia. Ordenado sacerdote aos 8 de abril de 1939 na Patriarcal Basílica de São João do Latrão. No dia seguinte presidiu pela primeira vez a Sagrada Eucaristia na Basílica de São Paulo.
De volta ao Brasil, em Teresina foi nomeado professor do Seminário, depois Diretor do Colégio Diocesano, reitor do Seminário e Vigário Geral da Diocese de Teresina. Eleito bispo da diocese de Caruaru pelo Papa Pio XII aos 15 de março de 1949. Sagrado bispo em 5 de junho de 1949, na Catedral de Teresina, no domingo de Pentecostes.
Dom Paulo tomou posse da Diocese de Caruaru em 15 de agosto de 1949 até 1959, quando foi transferido para a Diocese de Parnaíba no Estado do Piauí.

2º Bispo: Dom Augusto de Carvalho
Dom Augusto de Carvalho nasceu no povoado de Santa Maria, no Distrito de São José de Belmonte, a 26 de maio de 1917. Filho de Prudêncio Ivo de Carvalho e de Maria Alves da Silva Estudou na cidade de Floresta. Foi encaminhado para o Seminário São José na Diocese de Pesqueira, depois para o Seminário Maior da Arquidiocese de Olinda e Recife onde estudou Filosofia e Teologia. Ordenado sacerdote aos 08 de dezembro de 1943 na Igreja Matriz de Floresta – PE.
Tomou posse da Diocese de Caruaru, em 11 de dezembro de 1959. Fundou o Seminário Diocesano. Comprou o Colégio Diocesano, antes se chamava Colégio Caruaru. Fundou a Fafica – Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Caruaru, onde formou gerações de professores. Além disso, construiu vários locais de acolhimento de pessoas pobres como as Casas das Conferências.
Dom Augusto foi o bispo do Nordeste que mais ordenou novos padres, além de ser o único a participar de todas as etapas do Concílio Vaticano II que deu um novo destino as ações pastorais da Igreja em todo o mundo.
Em 1992, ao completar 75 anos de idade, comunicou a Sua Santidade, o Papa João Paulo II, que terminaria ali a sua missão de governante da Igreja na Diocese de Caruaru.

3º Bispo: Dom Antônio Soares Costa
Dom Antônio Soares Costa, chamado por todos, Dom Costa, nasceu em Nova Cruz, no Rio Grande do Norte, a 18 de junho de 1930. Filho de Francisco Soares Costa e Luiza Soares Costa. Ordenado sacerdote aos 8 de dezembro do ano de 1955, na Catedral Metropolitana da Natal. Após ordenação,
exerceu várias atividades em sua arquidiocese: Capelão do Sanatório Getúlio Vargas, da Casa de Saúde São Lucas e do Colégio Marista; Professor do seminário São Pedro; Chanceler da Cúria Metropolitana; e atuou junto à Ação Católica em 2 de dezembro de 1971, sendo sagrado no dia 6 de fevereiro de 1972.
Participou ativamente da construção da nova Catedral de Natal, e em 1991 organizou o Congresso Eucarístico Nacional que teve como ponto alto a presença do Papa João Paulo II. Tornou-se presidente do MEB - Movimento Educação de Base, e presidente do Regional NE-II da CNBB.
Em 27 de outubro de 1993 o Santo Padre o Papa João Paulo II nomeou o novo Bispo de Caruaru, Dom Antônio Soares Costa, da Arquidiocese de Natal-RN. Nomeado bispo de Caruaru tomou posse, no dia 19 de dezembro de 1993.
Renovou a Pastoral Diocesana e por ocasião dos 50 anos da Diocese realizou o Congresso Eucarístico Diocesano. Construiu o Centro de Pastoral e celebrou com toda a Igreja o Jubileu do Ano 2000. Faleceu repentinamente em 7 de junho de 2002.

4º Bispo: Dom Bernardino Marchió
Dom Bernardino Marchió, carinhosamente chamado de Dom Dino, nasceu em Busca, na Itália, a 06 de Setembro de 1943. Filho de Francesco Marchió e Giovanna Giordano Marchió. Ao terminar o estudo do primeiro grau menor, fez o segundo grau no Seminário em Saluzzo na Itália. No mesmo Seminário cursou Filosofia e Teologia e em Turim fez o curso de Pastoral Catequética. Ordenado Sacerdote na cidade de Busca em 29 de junho de 1968. Chegou ao Brasil em dia 31 de outubro de 1975.
Sua Ordenação Episcopal aconteceu em Palmares-PE em 27 de Março de 1991. Nomeado bispo de Pesqueira, em 29 de Junho de 1991. Seu lema episcopal “Alegres na Esperança”, o conduziu primeiro como bispo coadjutor de Pesqueira (1991-1993).
Com o falecimento de Dom Antônio Soares Costa, o Papa João Paulo II nomeou Dom Bernardino novo Bispo Diocesano de Caruaru no dia 06 de novembro de 2002. O mesmo tomou posse no dia 12 de janeiro de 2003, exercendo até hoje, como muito zelo, este ministério. Atualmente é responsável pelo Centro de Recuperação de Drogados - Fazenda da Esperança e no Regional Nordeste II é responsável do Setor Juventude.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...