Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/07/2017

“Queridos filhos, os agradeço porque responderam ao Meu chamado e porque se reuniram em torno de Mim, em torno da Sua Mãe Celestial. Eu sei que pensam em Mim com amor e esperança. Eu sinto o amor de cada um de vocês, como também a sede do Meu Amadíssimo Filho, que por meio do Seu Amor Misericordioso, sempre e novamente Me envia até vocês. Ele que era homem e Deus Uno e Trino. Ele que por causa de vocês sofreu com o corpo e com a alma. Ele que se fez pão para dar pão às suas almas, para poder salvá-las.

Meus filhos, os ensino como serem dignos do Seu Amor, para poderem dirigir os seus pensamentos a Ele, para poderem viver o Meu Filho. Apóstolos do Meu Amor, os envolvo com o Meu Manto porque como Mãe desejo salvá-los.

Os peço: rezem pelo mundo inteiro. O Meu Coração sofre. Os pecados se multiplicam, são muitos. Mas com a ajuda de vocês, vocês que são humildes, cheios de amor, escondidos e santos, o Meu Coração triunfará. Amem o Meu Filho acima de tudo, e o mundo inteiro por meio Dele.

Não esqueçam nunca que cada irmão seu leva em si algo de precioso: a alma. Por isso, Meus filhos, amem a todos aqueles que não conhecem o Meu Filho, para que por meio da oração e do amor que vem da oração, eles possam tornarem-se melhores, a fim de que a bondade neles possa vencer, para poder salvarem as almas e terem a Vida Eterna.

Meus Apóstolos, Meus filhos, o Meu Filho pediu que amassem uns aos outros; que isto esteja escrito em seus corações e com a oração comecem a viver este amor.

Obrigada.

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

A beleza da alma humana

Você já se perguntou por que existe esse mundo? Já se perguntou o porquê da existência humana? Para que o homem e a mulher foram criados? Por que existimos? A Igreja Católica nos ensina através do Catecismo que o mundo foi criado para a glória de Deus. Nas palavras de São Boaventura, o mundo foi criado “não para aumentar a glória de Deus, mas para manifestar e comunicar a sua glória”. Olhando para a beleza da natureza, para a beleza da vida humana, podemos contemplar a beleza do Criador, a beleza infinita de Deus.
Vejamos ainda o que diz o Catecismo: “Deus nos colocou no mundo para conhecê-lo, servi-lo e amá-lo e, assim, chegar ao paraíso. De todas as criaturas visíveis, só o homem é capaz de conhecer e amar o seu Criador; só ele é chamado a compartilhar, pelo conhecimento e o amor, a vida de Deus. Foi para esse fim que o homem foi criado”. Isso é incrível: Fomos criados para “compartilhar” a vida de Deus. Deus quis “dividir” sua vida, sua glória conosco.
Deus manifestou no Homem sua glória sobremaneira, ao criá-lo à sua imagem e semelhança, dotando-o de uma alma capaz de comunicar-se com Ele. Deus criou um ser semelhante a Si para pode ter alguém com quem pudesse ter comunhão, relacionar-se, “entreter-se”. Segundo a mãe Igreja, “a alma se dissolve em Deus e se abisma na santa dileção, e se entretém com Deus como com seu próprio Pai, bem familiarmente, com ternura de piedade toda particular”.
Ora, é justamente na alma humana, única e imortal, que reside esta “imagem e semelhança” de Deus e a capacidade de comunhão com Ele: muitas vezes o termo alma designa na Sagrada Escritura a vida humana ou a pessoa humana inteira. Mas designa também o que há de mais íntimo no homem e o que há nele de maior valor; aquilo que mais particularmente o faz ser imagem de Deus: “alma” significa o princípio espiritual no homem.
Nossa alma possui três principais capacidades ou potências, que são: capacidade de conhecer ou entender que chamamos de inteligência ou entendimento, a capacidade de querer, que chamamos de vontade e a capacidade de sentir, que chamamos de sensibilidade. Sensibilidade abrange as nossas emoções (tristeza, alegria, raiva, etc), a imaginação, a memória e paixões. As potências superiores da alma – a inteligência e a vontade – são aquelas que nos fazem ser à imagem de Deus, porque Deus também tem Inteligência e Vontade, que, em Deus, são infinitas, e em nós finitas. Em toda a criação podemos encontrar vestígios de Deus, na ordem existente em todas as criaturas; mas nos anjos e nos homens há, além de vestígio de Deus, imagem dEle, ou seja, inteligência e vontade. Segundo são Boaventura, as almas em estado de graça possuem, além da imagem de Deus, Sua semelhança.
Ó beleza da alma humana: nada há na natureza visível, por mais maravilhoso que seja, algo que se equipare à sua beleza. Termino com uma frase de santo Agostinho para nossa meditação: “Ó alma: além do ser, formoso ser, eterno ser, e o viver, e o sentir, e o discernir, Deus te dotou de sentidos e te ilustrou com a sabedoria. Olha, pois, tua formosura, e entenderás que formosura tens de amar. E se por ti mesma não és capaz de contemplar-te como convém, porque pelo menos não aprendes a estimar-te como mereces? Tu tens um Esposo, e se não duvidares de sua formosura, claramente verás que, sendo Ele tão formoso, tão gracioso, tão único Filho de Deus, nunca se agradaria da tua vista, se não o arrebatasse tua singular beleza, mais admirável que toda beleza criada”.

Adilson Angolini
Oblato Corpus Christi
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...