Mensagens de Nossa Senhora em Medjugorje no dia 02/07/2017

“Queridos filhos, os agradeço porque responderam ao Meu chamado e porque se reuniram em torno de Mim, em torno da Sua Mãe Celestial. Eu sei que pensam em Mim com amor e esperança. Eu sinto o amor de cada um de vocês, como também a sede do Meu Amadíssimo Filho, que por meio do Seu Amor Misericordioso, sempre e novamente Me envia até vocês. Ele que era homem e Deus Uno e Trino. Ele que por causa de vocês sofreu com o corpo e com a alma. Ele que se fez pão para dar pão às suas almas, para poder salvá-las.

Meus filhos, os ensino como serem dignos do Seu Amor, para poderem dirigir os seus pensamentos a Ele, para poderem viver o Meu Filho. Apóstolos do Meu Amor, os envolvo com o Meu Manto porque como Mãe desejo salvá-los.

Os peço: rezem pelo mundo inteiro. O Meu Coração sofre. Os pecados se multiplicam, são muitos. Mas com a ajuda de vocês, vocês que são humildes, cheios de amor, escondidos e santos, o Meu Coração triunfará. Amem o Meu Filho acima de tudo, e o mundo inteiro por meio Dele.

Não esqueçam nunca que cada irmão seu leva em si algo de precioso: a alma. Por isso, Meus filhos, amem a todos aqueles que não conhecem o Meu Filho, para que por meio da oração e do amor que vem da oração, eles possam tornarem-se melhores, a fim de que a bondade neles possa vencer, para poder salvarem as almas e terem a Vida Eterna.

Meus Apóstolos, Meus filhos, o Meu Filho pediu que amassem uns aos outros; que isto esteja escrito em seus corações e com a oração comecem a viver este amor.

Obrigada.

OBS: Esta mensagem é um carinho de Nossa Senhora para você... As matérias do blog seguem abaixo, aproveite!

10 anos de prisão por distribuir cópias do Evangelho

Dez anos de prisão é a pena infligida ao iraniano, Mohammad-Hadi Bordbar, conhecido como"Mostafa", da cidade de Rasht, convertido do islamismo ao cristianismo, por ter distribuído cópias do Evangelho em seu país. A acusação? "Crime contra a segurança do Estado".

De acordo com notícia relatada pela agência Fides e pela Rádio Vaticana, emerge dos autos que o homem confessou "ter deixado o Islã para seguir o cristianismo" e "considerando a evangelização como seu dever, distribuiu 12 mil evangelhos de bolso ". Uma culpa verdadeira,de fato, um reato no Irã.
Não só isso: Mostafa, depois de ter recebido o batismo, começou uma "igreja doméstica",uma assembleia de culto doméstico onde realizava grupos de oração, considerado “ilegal” pelo estado iraniano. O homem foi preso em 27 dezembro de 2012, em Teerã, depois de uma inspeção em sua casa. Junto com ele, a polícia prendeu e interrogou durante horas cerca de 50 cristãos iranianos presentes no encontro.
Além disso, foram encontrados materiais "incriminatórios": ou seja, filmes, livros, DVDs, discos de natureza cristã e mais de 6.000 cópias do Evangelho. Foi a segunda prisão de Mostafa, depois de ter sido preso "por causa” de sua conversão à religião cristã. Considerado culpado de apostasia, foi posteriormente libertado sob fiança.
Mohammad-Hadi Bordbar, infelizmente, não é o único caso de perseguição religiosa no Irã. A Agência Iraniana Cristã "Mohabat News" informou também à Agência Fides o episódio de Ebrahim Firouzi, um jovem cristão iraniano, condenado a um ano de prisão e dois de exílio por "atividades de evangelização e distribuição de Bíblias." De acordo com o tribunal da cidade de Robat-Karim, no sul de Teerã, o gesto do jovem estava "em oposição ao regime da República Islâmica do Irã". Como Mostafa, também Ebrahim Firouzi foi "culpado por atos criminosos" por manter "grupos de oração em casa e difundir entre os jovens dúvidas sobre os princípios islâmicos". O jovem foi detido em março de 2013.

Como recordam as ONGs "Barnabas team" e "Christian Solidarity Worldwide", empenhadas na defesa dos cristãos no mundo, nos últimos anos o interesse dos jovens iranianos pelo cristianismo fez com que a conversão se tornasse um problema preocupante para as autoridades iranianas.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...